Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
 
Artigos de opinión
Venezuela: Estados Unidos acelera o golpe
27/02/2015Ángel Guerra Cabrera
O golpismo intensificouse sobre todo a partir da elección do presidente Maduro en abril de 2013. Washington e as oligarquías decidiron botar toda ...
A goleada sofrida pelo Syriza nas negociações da UE
27/02/2015Richard Seymour
As classes dominantes da UE também “ganharam tempo”, e elas dispõem dos recursos e estão ao ataque, enquanto o Syriza recuou. Não há motivo...
Grécia: os próximos quatro meses
27/02/2015Michael Roberts
Quanto à privatização, o que não é habitualmente percebido é que se supunha que as receitas da privatização fossem utilizadas para reembolsa...
Golpes na Argentina, Venezuela e Brasil?
27/02/2015Altamiro Borges
Os três países têm vários traços em comum. Em todos eles, a direita partidária sofreu duras derrotas eleitorais nos últimos anos. Forças con...
Syriza, uma via para o poder do povo?
26/02/2015Éric Toussaint
A experiência demonstra que os movimentos de esquerda podem chegar ao governo mas não chegam a conquistar o poder. A democracia ou seja o exercíc...
Ucrânia, um ano depois do golpe
26/02/2015Luís Carapinha
Cuba/EUA: que mudanças?
24/02/2015Rémy Herrera
A CIG convoca manifestacións o 19-X contra a "involución democrática" e propón unha nova folga xeral
12/7/2012

Xesús Seixo, secretario xeral da CIG,ven de anunciar unha nova vaga mobilizatoria contra a "Involución democrática e social" que supoñen os novos recortes anunciados onte poro goberno do PP, que darán lugar o 19 de xullo a manifestacións en todas as cidades galegas, e terán continuidade na proposta de folga xeral que a CIG realiza ás restantes forzas sindicais e que "debería ter lugar en Setembro". Pola súa parte, o secretario de comunicación da CIG, Francisco Miranda Vigo, denunciou a parcialidade dos recortes, que en nengún momento cuestionan "os 27.000 millóns de euros que vai recibir o exército para mercar armamento" ou os "10.000 millóns á Igrexa", combinado coa complicidade fronte á fraude fiscal, confirmada en medidas como a amnistía aos defraudadores.

cig.prensa@galizacig.com