Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Venezuela: Estados Unidos acelera o golpe
27/02/2015Ángel Guerra Cabrera
O golpismo intensificouse sobre todo a partir da elección do presidente Maduro en abril de 2013. Washington e as oligarquías decidiron botar toda ...
A goleada sofrida pelo Syriza nas negociações da UE
27/02/2015Richard Seymour
As classes dominantes da UE também “ganharam tempo”, e elas dispõem dos recursos e estão ao ataque, enquanto o Syriza recuou. Não há motivo...
Grécia: os próximos quatro meses
27/02/2015Michael Roberts
Quanto à privatização, o que não é habitualmente percebido é que se supunha que as receitas da privatização fossem utilizadas para reembolsa...
Golpes na Argentina, Venezuela e Brasil?
27/02/2015Altamiro Borges
Os três países têm vários traços em comum. Em todos eles, a direita partidária sofreu duras derrotas eleitorais nos últimos anos. Forças con...
Syriza, uma via para o poder do povo?
26/02/2015Éric Toussaint
A experiência demonstra que os movimentos de esquerda podem chegar ao governo mas não chegam a conquistar o poder. A democracia ou seja o exercíc...
Ucrânia, um ano depois do golpe
26/02/2015Luís Carapinha
Cuba/EUA: que mudanças?
24/02/2015Rémy Herrera
Opinión
24/2/2015 Ekaitz Cancela // Diagonal
O novo Tratado de Libre Comercio será un novo éxito para afianzar o sistema establecido. Un logro das multinacionais, que lonxe de se conformaren cos millonarios beneficios que cada ano duplican os de anos anteriores buscan que o seu poder non teña volta atrás  É tan obvio que mesmo semella ofensivo dicilo, mais o Tratado de Libre Comercio (TTIP) que negocian en segredo Estados Unidos e...
A “excelência” do capitalismo mundial pretende nos obrigar a conviver com o rebaixamento dos padrões de qualidade, mesmo se isso implica mais riscos para a saúde e a conservação do ambiente. Querem anular os últimos direitos trabalhistas e nos submeter ao falso sonho de um mercado que resolve todos os problemas e pretende substituir a democracia  No dia 9 de outubro de 2014, o dire...
Aquelas e aqueles que mais uma vez imaginavam a revolução cubana derrotada deverão ainda esperar; e reflectir no facto de que o mundo está em vias de mudar, muito profundamente. E talvez também na ideia de que a actual hegemonia estado-unidense, financiarizada e militarizada, não é ela própria todo poderosa, nem eterna  O presidente Barack Obama começou o seu discurso histórico de ...
19/2/2015 Atilio A. Boron // Rebelión
20150219_venezuela.chavismo
Agora o imperio ten que lidar cun mundo multipolar, con aliados máis mornos e reticentes, tributarios cada vez máis desobedientes e inimigos cada vez máis poderosos. Nese contexto Venezuela, a primeira reserva de petróleo do planeta, adquire unha importancia esencial  Hai pouco máis dun ano a dereita fascista venezolana lanzaba unha nova ofensiva dirixida a provocar a “saída” do pr...
19/2/2015 Rosa Moussaoui // Rebelión
En Grecia, o que está en xogo non é en realidade o pagamento da débeda, senón a continuación das políticas de axuste estrutural, as privatizacións, a precarización dos contratos de traballo - Continúa vixente a proposta de anular unha parte da débeda grega, tal como foi presentada por Syriza durante a campaña electoral?  O goberno dirixido por Alexis Tsipras considera prioritario...
19/2/2015 João Ferreira // Avante
O quadro de opções decorrente das negociações com a UE, e tendo presente a complexa teia de constrangimentos por esta imposta, não é amplo e, em qualquer caso, parece empurrar os gregos para uma de duas opções: claudicar ou romper 1. No momento em que estas linhas são escritas não é conhecido ainda o resultado da reunião do Eurogrupo, a segunda no espaço de uma semana e após um Cons...
cig.prensa@galizacig.com