Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Ucrânia, o fascismo galopante
25/06/2015Raúl Antonio Capote
Na Ucrânia se trava uma grande batalha contra o fascismo, o triunfo das forças obscuras deixaria aberta a via da opção fascista, nunca descartad...
A crise da UE e a “experiência” grega
25/06/2015Ângelo Alves
A realidade na Grécia, mas também em toda a UE, é de uma luta de classes muito aguda. Nessa luta, os fatores nacional e supranacional relacionam-...
O contra-senso comum
25/06/2015Boaventura de Sousa Santos
O modo como a crise financeira da Europa do Sul tem sido "resolvida", o vasto cemitério líquido em que se transformou o Mediterrâneo, o crescimen...
A duplicidade como política de Washington para a América Latina: Marines para a América Central e diplomatas para Cuba
11/06/2015James Petras
No período imediato , na maior parte da região, Washington busca uma política de intervenção e pressão política, diplomática e económica. A...
AENC: Control horario vs traballo por obxectivos
03/06/2015Clodomiro Montero M.
O AENC 2015, recentemente asinado entre CCOO, UGT e as patronais a nivel estatal, xa está marcando as liñas da negociación colectiva. Máis alá ...
A nova xeopolítica do petróleo
01/06/2015Ignacio Ramonet
Nos 70 anos da Vitória de 1945
13/05/2015Jorge Cadima
Opinión
Algunhas das políticas aprobadas polas institucións económico-financeiras -incluídas as que compoñían a Troika- poden ser consideradas como crimes contra a humanidade tipificados no Estatuto da Corte Penal Internacional  As políticas das institucións internacionais económico-financeiras provocaron impactos moi importantes sobre os dereitos das maiorías sociais. E é que, por todo o...
20150602_petroleo.EEUU
Desde que Estados Unidos deixou de ser autosuficiente no que ao petróleo se refire, a finais dos anos 1940, o control das principais zonas de produción de hidrocarburos converteuse nunha “obsesión estratéxica” norteamericana, o cal explica parcialmente a “diplomacia dos golpes de Estado” de Washington, especialmente en Oriente Medio e en América Latina  En que contexto xeral se ...
13/5/2015 Jorge Cadima // ODiario.info
A História mostra que o fascismo torna-se uma ameaça séria quando as classes dominantes optam pelo exercício do seu poder através da violência extrema. Hoje, são evidentes os sinais de alarme  O mundo mudou muito desde 1939. Há hoje fortes pontos de contacto com a realidade de então, tal como existem importantes diferenças, sendo a mais relevante o desaparecimento da URSS. De novo ...
O que está em jogo na Grécia é a possibilidade de uma mudança radical e uma virada política na direção da emancipação não só de um povo e de sua classe trabalhadora, mas dos trabalhadores de toda Europa  A decisão do governo do Syriza de transferir todos os fundos disponíveis do setor público ao Banco da Grécia marca uma virada política. Esse movimento de alto risco expõe de...
13/5/2015
...
8/5/2015 Luís Carapinha // Avante
Cumpriu-se o primeiro aniversário dos sangrentos acontecimentos de 2 de Maio em Odessa que culminaram com o incêndio e a chacina na Casa dos Sindicatos, ceifando a vida de mais de 40 antifascistas ucranianos.  A funesta data foi assinalada sob mordaça e forte aparato militar na cidade herói do Mar Negro, de reconhecidas tradições revolucionárias – por ali passou a revolução russa...
cig.prensa@galizacig.com