Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Um olhar sobre o Brexit
01/07/2016João Ferreira
A ausência ou debilidade de projectos de ruptura pela esquerda com a UE constitui um perigo capaz de comportar consequências potencialmente trági...
Brasil: O golpismo contra-ataca
30/06/2016Emir Sader
A incapacidade de iniciativa política da luta contra o golpe, que combine mobilizações populares com proposta política viável no curto prazo, ...
Porque os britânicos disseram não à Europa
28/06/2016John Pilger
O voto maioritário dos britânicos a favor do abandono da União Europeia foi um acto de democracia pura. Milhões de pessoas comuns recusaram-se a...
UE: Os dias contados
28/06/2016Jorge Bateira
Tendo em conta que as políticas da UE não serão alteradas no essencial, já que isso é do interesse das elites alemãs e da tecno-burocracia de ...
O referendo inglês: o irrecusável "não", suas perspectivas e riscos
28/06/2016Haroldo Lima
A UE frustrou a esperança de vida de grande parte da gente que dizia unir. O bem-estar foi substituído pela "austeridade". E as reações se este...
O direito soberano de decidir
23/06/2016João Pimenta Lopes
Opinión
3/6/2016 Milton Pinheiro
Nestes últimos dias, os trabalhadores radicalizaram suas ações contra o pacote de medidas do governo da ortodoxia neoliberal de François Hollande, que ataca os direitos trabalhistas e previdenciários dos franceses que estão no mercado de trabalho, bem como da juventude  A luta dos trabalhadores franceses contra o ataque daquele Estado burguês está se consolidando como uma lição par...
2/6/2016 Miguel Viegas // Avante
A partir de um determinado momento, os bancos europeus deixam a sua função de intermediação financeira para segundo plano e passam a entrar na especulação financeira por conta própria, com o único propósito de aumentar os seus lucros e valorizar as suas acções no mercado de capitais  Em Setembro de 2008 é anunciada a falência do banco Lehman Brothers, instituição maior norte-a...
31/5/2016 Carlos Aznárez
Se esta mobilización popular non fose suficiente para o pulso que libra coas políticas neoliberais representadas por Hollande, os sindicatos saben que teñen outra chave de presión, e é o reforzo das medidas de forza que xa se anuncian durante a celebración da Eurocopa  Como naqueles gloriosos días de maio do 68, agora, 48 anos despois, toda Francia está na rúa, demostrando que os se...
31/5/2016 Emir Sader
20160531_brasil-golpe.nao.JPG
A eventual destituição de Dilma e o final da experiência de governo do PT no Brasil aparece, para a direita continental, como o que seria uma virada histórica. A similaridade da politica do presidente interino do Brasil com a da Argentina, representaria um retorno ao que esses dois países viveu nos anos 1990  Com a instalação do governo de Mauricio Macri na Argentina, rompeu-se esse g...
Mesmo com toda a ofensiva do capital, o quadro de aparente calmaria pode mudar bruscamente se as massas se colocarem em movimento. Todas as revoltas sociais foram precedidas de uma conjuntura de aparente calmaria, mas muita tensão social.  A crise sistêmica global, [1] que vem castigando os países capitalistas há mais de nove anos, sem que haja perspectivas de retomada da economia no cur...
À mutação da base material do capitalismo corresponde uma mutação das formas da dominação política. O principal objectivo já não é instalar governos títeres que já não conseguem resistir de forma duradoura à cólera popular, mas sim balcanizar por meio da guerra para fazer com que esses países se tornem ingovernáveis. Do Afeganistão à Somália, do Iraque ao Sudão o resultado da...
cig.prensa@galizacig.com