Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Análise da conjuntura política brasileira
23/09/2016João Pedro Stédile
O golpe não conseguiu legitimar-se. No jurídico se evidenciou a contradição na manutenção dos direitos da President. E nas ruas, perdeu a legi...
Bratislava : a cimeira da mesquinhez
23/09/2016Thierry Meyssan
Três meses após a decisão dos eleitores britânicos em sair da União Europeia, os seus chefes de Estado e de governo —com a excepção do Prim...
O consenso de Bruxelas
23/09/2016Ângelo Alves
Salvar a Europa significa derrotar a União Europeia e o consenso que apesar das contradições emergentes parece prevalecer entre direita e social-...
Brasil, o elo mais frágil do neoliberalismo na América Latina
22/09/2016Emir Sader
Apesar da realização do sonho da direita de recuperar o controle do governo, as bases em que o faz são extremamente frágeis, fazendo do Brasil o ...
Cartografía da loita de clases en América Latina e o Caribe: Posneoliberalismo vs. Capitalismo offshore
22/09/2016Katu Arkonada
O devalo da hexemonía estadounidense, xunto co rol cada vez máis ambicioso de China e Rusia no taboleiro xeopolítico, xera condicións máis favo...
O Decálogo “neo-neoliberal”
20/09/2016Ava Gomez e Alejandro Fierro
Os golpes de Estado de ontem e de hoje
15/09/2016Marcos Roitman Rosenmann
Opinión
1/9/2016 Pedro Guerreiro // Avante
Responsáveis por todos os grandes conflitos militares da actualidade, os EUA, a NATO, as grandes potências da UE levam a cabo todo um amplo e multifacetado conjunto de operações de desestabilização e de agressão contra estados soberanos  Entre as linhas centrais da ofensiva do imperialismo, inclui-se o sistemático ataque à soberania dos povos e, particularmente, a estados que, afirm...
Neste momento tão crítico para a luta de classes no Brasil, em que a direita nos impôs um golpe parlamentar e expulsou a presidente, só podemos influenciar sobre as relações de forças reais e levá-las a uma ampla participação da classe trabalhadora - O impeachment contra a presidente Rousseff está na recta final e multiplicam-se as manifestações. Qual é a estratégia dos Sem Terra? ...
31/8/2016 Emir Sader
20160829_brasil.Dilma.jpg
A direita está moralmente derrotada, comprometida com a ideia e a pratica de um golpe contra a democracia. Se apoia no monopólio privado da mídia , no silencio cúmplice do Judiciário e na maioria parlamentar eleita com o poder do dinheiro  O Brasil de hoje dá lições de consciência política, para quem saiba ler o significado do que acontece cotidianamente. Acontecimentos, atitudes, ...
O fluxo de refugiados e deslocados, hoje já sem as muitas capas e noticiários que encheu até Março deste ano, tem uma dimensão que é muitas vezes negligenciada pelos órgãos que fabricam opinião e notícia. Falar sobre e compreender esse fenómeno implica uma percepção de dimensão e escala.  Dados de Junho do Alto Comissariado para os Refugiados das Nações Unidas, indicam que no...
29/8/2016 Luís Carapinha // Avante
A inflexão do rumo do Mercosul ou mesmo a sua paralisação se inscrevem na estratégia dos EUA de promoção da Aliança do Pacífico (à qual a Argentina já se associou como observador, constando que o governo ilegítimo de Temer também o pretende fazer) e de ferrar a subordinação das economias regionais ao grande capital financeiro  Três governos de direita da América do Sul, Argen...
O obxectivo marroquí non é outro que provocar unha fatiga en Nacións Unidas, e mesmo na poboación saharauí, de maneira que cedan ante o que é agora a súa proposta final: conceder ao Sahara Occidental unha autonomía limitada como territorio indivisíbel do reino de Marrocos  Durante os meses de verán vexo nos nosos concellos nenas e nenos saharauís. A eles sorríolles e ás familias...
cig.prensa@galizacig.com