Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Os bancos centrais da tríade, entre guerras e crises
19/12/2014Ariel Noyola Rodríguez
A autonomía dos bancos centrais, imposta durante a década de 1990 polo capitalismo neoliberal, vinculou de xeito decisivo o apoio estatal á moeda...
Cara a unha Terceira Guerra Mundial?
18/12/2014Atilio A. Boron
A historia apréndenos que todas as transicións xeopolíticas globais -e estamos inmersas nunha delas- estiveron acompañadas por grandes guerras ...
NATO: Perigo para a paz mundial
18/12/2014Immanuel Wallerstein
A NATO e o que ela simboliza hoje representa um perigo severo devido à reivindicação dos países ocidentais do direito de interferir em qualquer ...
Capitalismo e corrupção
18/12/2014Albano Nunes
A corrupção é sistémica. É algo inerente ao funcionamento do sistema capitalista. Não se toca nos offshore nem se avança sequer na taxação ...
A crise xaponesa e nós
17/12/2014Albert Recio Andreu
Nas economías capitalistas sempre que existe estancamento económico se traduce en paro masivo, expansión da pobreza e variedade de sufrimentos hu...
A terceira guerra mundial
15/12/2014Boaventura de Sousa Santos
A importância do "Económico"
15/12/2014Prabhat Patnaik
Opinión
20090209_fsm
Os que acreditam que o fim do Fórum Social Mundial é o intercâmbio de experiências devem estar contentes. Para os que chegaram a Belém angustiados com a necessidade de respostas urgentes aos grandes problemas que o mundo enfrenta, ficou a frustração, o sentimento de que a forma atual do FSM está esgotada, que se o FSM não quer se diluir na intranscendência, tem que mudar de forma e pass...
5/2/2009 // Correio da Cidadania
Devido à permanente agressão de Washington, Cuba deve destinar gastos à defesa em uma proporção muito elevada de seu orçamento público. Se não existissem essas duas condições, quer dizer, sem bloqueio e sem ameaças permanentes de ataque do exterior, Cuba disporia de muito mais recursos para incentivar a produção de alimentos, construir casas, melhorar os salários. No entanto, tais c...
5/2/2009 Carlos Taibo
Os últimos días de xaneiro son, desde un tempo atrás, o momento en que se enfrontan dúas visións do mundo e dos seus problemas: se a primeira se revela, nun conclave paraoficial, en Davos, a segunda, o Foro Social Mundial, aterrou este ano na cidade brasileira de Belém. Era inevitábel que, as cousas como van, as dúas reunións se fixesen eco dunha crise que está en todas as bocas. ...
4/2/2009 Milton Alves // Vermelho
Na esteira da crise sistêmica do capitalismo, as grandes corporações -. tanto nacionais como estrangeiras – na busca de manter as atuais margens de lucros, sem admitir qualquer recuo, descarregam brutalmente sobre os trabalhadores, com a ameaça do desemprego e da redução de direitos, o ônus da crise. Ou seja, é sobre a massa assalariada, mais uma vez, que o capital quer lançar as suas ...
4/2/2009 Altamiro Borges
20090204_venezuela-x-aniversario
Vários fatores explicam os avanços da revolução bolivariana, com seus ziguezagues e lacunas. A primeira é a radical mudança política no país, com o governo apostando na participação ativa das camadas populares – na chamada democracia protagônica... Empossado em 2 de fevereiro de 1999, o presidente Hugo Chávez completa 10 anos a frente da “revolução bolivariana” na Venezu...
4/2/2009 Manuel Mera
20090204_fsm
A crise continua, laiábase estes días Obama, malia a morea de cartos do erario público fornecidos pra recuperar a economía, non sen por elo deixar de pensar en apoiar a Israel e enviar máis tropas a Afganistán. Mentres tanto non se volveu a falar da refundación do capitalismo, que propuña Sarkozy, e tampouco se fixo un novo encontro do máximo nivel como o realizado en Washington, polo qu...
cig.prensa@galizacig.com