Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
UE/Euro: Prisão de povos
17/07/2015Jorge Cadima
Os acontecimentos dos últimos dias são portadores de importantíssimos ensinamentos sobre a verdadeira natureza da dominação de classe, do imper...
A operação em curso – nome de código: Grécia
10/07/2015Vaz de Carvalho
Contrariamente às ilusões europeístas o sistema é incapaz de resolver os problemas provocados pela financeirização da economia a favor do rent...
Aprofundamento da União Económica e Monetária Europeia – ensaio sobre a cegueira
10/07/2015Miguel Viegas
Em traços gerais, este relatório dos cinco presidentes aponta para o reforço dos pilares neoliberal e federalista da UE. Podando o discurso dos h...
Grécia – a força do povo
10/07/2015Ângelo Alves
O povo grego emitiu uma opinião muito «simples» e clara. Quer mandar no seu próprio devir colectivo. Entende que o seu país é o seu povo e nã...
Uma guerra de classe
10/07/2015Filipe Diniz
A UE conduz uma guerra. Descrever essa guerra como uma guerra que opõe países ricos e países pobres não ajuda a entender a sua natureza. É uma ...
O caldeirão grego
03/07/2015Luís Carapinha
Ucrânia, o fascismo galopante
25/06/2015Raúl Antonio Capote
O contra-senso comum
25/06/2015Boaventura de Sousa Santos
Opinión
O keynesianismo e o neo-keynesianismo non constitúen unha receita infalíbel para solucionar os problemas económicos do capitalismo. O capitalismo tivo grandes crises con políticas neoliberais e con políticas keynesianas tamén. Do ano 73 ao 75 houbo unha profunda crise capitalista que se deu baixo políticas keynesianas, e foi xustamente un factor que impulsou a substitución da política ke...
20090313_sarkozy.otan
Nicolas Sarkozy queria que a sua presidência fosse uma ruptura com o «modelo social francês» que a falência do capitalismo financeiro à moda americana veio agora avivar. Terá ele então decidido acabar com uma outra tradição francesa, a da independência nacional? Embora durante a campanha eleitoral nunca tenha aludido a uma tal «ruptura», e que depois tenha feito depender o regresso d...
O capitalismo dos EUA é o centro do capitalismo do mundo. É financeiramente, industrialmente e militarmente dominante e todo segmento da economia capitalista mundial está ligado de alguma forma à Wall Street – desde Berlim a Bangkok, desde Mumbai a Manilha, desde Roma ao Rio. Todos os sintomas agora exibidos nos EUA estão a ser reproduzidos a nível mundial, muitas vezes numa escala ainda ...
20090313_fmln-salvador
El Salvador foi sempre o país mais dinâmico economicamente de toda a América Central, apesar da ser o menor país continental – daí o seu apelido de Pequeno Polegar. Seu crescimento, porém, não deixou de ser fortemente brecado pela passagem do capitalismo internacional de seu ciclo longo expansivo –do segundo pós-guerra até meados dos anos 70 -, ficando mais duramente vítima dos merc...
13/3/2009 Rui Paz // Avante
Obama tinha prometido durante a campanha eleitoral que os Estados Unidos iriam retirar rapidamente o seu exército de ocupação do Iraque. Esta promessa foi uma das que mais contribuiu para a onda de entusiasmo criada em torno daquela candidatura. Recentemente o presidente norte-americano informou que pelo menos 30 mil soldados irão continuar a ocupar o Iraque, mesmo depois da «retirada» ofici...
12/3/2009 Rafa Diez Usabiaga
20090312_ikurriña.ibarretxe
A esquerda abertzale presentou ideas claras para facer do espazo soberanista un eixo determinante para un cambio político e social no conxunto de Euskal Herria. Esa referencia debe, pois, concentrar os nosos esforzos ante unha conxuntura co unionismo pretendendo frear e condicionar o futuro político deste país. A resaca electoral marca a axenda dos partidos en función dos resultados de ...
cig.prensa@galizacig.com