Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Nos 70 anos da Vitória de 1945
13/05/2015Jorge Cadima
A História mostra que o fascismo torna-se uma ameaça séria quando as classes dominantes optam pelo exercício do seu poder através da violência...
O medo de sair da zona do euro não deveria mais paralisar a Grécia
13/05/2015Stathis Kouvélakis
O que está em jogo na Grécia é a possibilidade de uma mudança radical e uma virada política na direção da emancipação não só de um povo e...
Stathis Kouvelakis
13/05/2015
...
Odessa não esquece
08/05/2015Luís Carapinha
Cumpriu-se o primeiro aniversário dos sangrentos acontecimentos de 2 de Maio em Odessa que culminaram com o incêndio e a chacina na Casa dos Sindi...
Grécia, ditadura financeira e caos
08/05/2015Immanuel Wallerstein
A Grécia foi admitida na zona do euro em 2000, supostamente por ter alcançado as exigências formais para isso. Quando, depois de 2008, a dívida ...
Hai alternativas ao TTIP e aos tratados de “libre comercio”?
05/05/2015Juan Hernández Zubizarreta e Pedro Ramiro
Tragédia no Mediterrâneo
30/04/2015Albano Nunes
Opinión
Reconhecendo publicamente que o sistema não funciona bem, Raúl Castro suscitou muitas esperanças. Chamando seus compatriotas a participar de um grande debate nacional, o novo presidente abriu espaço para expressão das diferenças. Admitiu que é preciso mudar. Mas o quê, quando, como? Sair do caos sem cair na lei da selva.” É assim que o sociólogo Aurelio Alonso resume o dilema cu...
9/3/2009 Vicenç Navarro
A elevadísima abstención da clase traballadora en EEUU baséase na percepción xeneralizada de que as institucións políticas non representan os seus intereses, senón os intereses da Corporate Class, os grupos empresariais e financeiros que financian as campañas electorais dos candidatos a postos políticos. En realidade, os demócratas perden ou gañan as eleccións debido, primordialmente,...
6/3/2009 Walden Bello // Esquerda
20090306_capitalismo
Ultimamente, o capitalismo ensaiou três escapatórias coxas para sair dos meandros obscuros da sobreprodução: reestruturação neo-liberal, globalização e financiarização. A globalização, que propiciou que as economias crescessem em conjunto, significou também que se afundassem juntas, a uma velocidade sem paralelo e sem um fim à vista... Semana após semana, vemos a economia glo...
6/3/2009 Manuel Mera
20090306_mani.cig
O vindeiro 10 de marzo, Día da Clase Obreira Galega, a CIG vaise mobilizar en todas as cidades galegas "polo emprego e a defensa das prestacións sociais". Os dados económicos e sociais son preocupantes, o Banco Europeo vaticina unha queda da economía no Estado español de case que o 3%, e o desemprego atinxiu este mes as 206.570 persoas en Galiza, máis dun 15,5% da povoación activ...
6/3/2009 Astrit Dakli // Vermelho
Em 1989, os líderes dos países da Europa Ocidental, com a Alemanha à frente, pensavam que seria um processo fácil, rápido, automático: adeus aos putrefatos regimes do "socialismo reall". Os países da "nova" Europa, invadidos por mercadorias e capitais dos "irmãos" do Ocidente, mais ricos e espertos, seguiriam imediatamente o caminho do bem-estar e da democrac...
6/3/2009 Eduardo Bomfim
Os indicadores da crise econômica internacional revelam o desastre provocado pelo delírio da especulação global, demonstrando que a sede do lucro não conhece a prudência e o bom senso. A débâcle de vários bancos de investimentos, considerados como os mais capitalizados em todo mundo é um exemplo de que a ganância comanda todos os sentidos, inclusive o da sobrevivência. O socorro...
cig.prensa@galizacig.com