Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Grecia e a recuperación da política na economía
03/07/2015Alfredo Serrano
A democracia participativa non ten cabida na economía dos expertos. Velaquí a cuestión: a economía deseñada por uns poucos a favor duns poucos ...
O caldeirão grego
03/07/2015Luís Carapinha
A solução dos problemas do povo grego só pode ser alcançada no caminho da afirmação da soberania e da ruptura com o diktat e os mecanismos de ...
Ucrânia, o fascismo galopante
25/06/2015Raúl Antonio Capote
Na Ucrânia se trava uma grande batalha contra o fascismo, o triunfo das forças obscuras deixaria aberta a via da opção fascista, nunca descartad...
A crise da UE e a “experiência” grega
25/06/2015Ângelo Alves
A realidade na Grécia, mas também em toda a UE, é de uma luta de classes muito aguda. Nessa luta, os fatores nacional e supranacional relacionam-...
O contra-senso comum
25/06/2015Boaventura de Sousa Santos
O modo como a crise financeira da Europa do Sul tem sido "resolvida", o vasto cemitério líquido em que se transformou o Mediterrâneo, o crescimen...
A nova xeopolítica do petróleo
01/06/2015Ignacio Ramonet
Opinión
A política externa da Venezuela procura a aproximação aos movimentos populares, sendo protagonista das Cimeiras dos Povos realizadas na América e na Europa, desafiando inclusivamente a concepção “contra a política”, que impera em muitos dos movimentos que protagonizam a resistência à globalização capitalista. É claro que defende os seus próprios interesses, o que pressupõe uma a...
20090304_desocupados.Carpani
Haino que repetir: a crise aínda non tocou fondo. E as próximas noticias van ser peores. As Bolsas seguen caendo. Os plans de rescate fracasan un tras outro. Non impiden que as principais economías do mundo -Estados Unidos, Xapón, Alemaña, Reino Unido, Francia, España- entren en recesión. Grandes ou pequenos, os bancos están en situación obxectiva de creba. Se non se nacionaliza a banca ...
20090304_non.capitalismo
Setembro de 2008 foi um ponto de inflexão no processo recessivo que se iniciara nesse ano nos Estados Unidos: estalou o sistema financeiro e a recessão começou a estender-se rapidamente a nível planetário. Ao mesmo tempo, evidenciavam-se sintomas muito claros de transição global para a depressão e a sua chegada começou a ser admitida em princípios de 2009. Agora assistimos a um en...
20090304_eric.toussaint
O Banco do Sul tem que ser uma instituição democrática (um país, um voto) e transparente (auditoria externa). Antes de usar dinheiro público para financiar grandes projetos de infra-estrutura que não respeitam o meio ambiente e que são desenvolvidos por empresas privadas cujo objetivo é obter os maiores lucros possíveis, temos que apoiar esforços dos poderes públicos para promover pol...
20090303_raul.castro
Um ano depois de assumir a presidência, cautelosamente, Raul Castro introduz mudanças significativas na composição do governo, tirando a dois dos principais representantes da geração mais jovem – Carlos Lage, que era uma espécie de primeiro ministro –e Perez Roque, um jovem chanceler formado diretamente por Fidel, de quem foi um assessor direto. Além do Ministro de Economia, José Lui...
3/3/2009 Maíra Magro
Distribuição de recursos tem a ver com política econômica. Nos Estados Unidos, o país mais rico do mundo, a política econômica é definida por instituições financeiras, por pessoas que levaram o país à ruína e estão levando boa parte do mundo à ruína. Isso não é populismo, é política econômica destinada a enriquecer um setor bem pequeno... - Barack Obama pode mudar o que...
cig.prensa@galizacig.com