Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Sahara, un conflito esquecido
26/08/2016Iosu Perales
O obxectivo marroquí non é outro que provocar unha fatiga en Nacións Unidas, e mesmo na poboación saharauí, de maneira que cedan ante o que é ...
EEUU en contra do Libre Comercio?
26/08/2016Germán Gorraiz Lopez
A Asociación Transpacífico (TPP polas súas siglas en inglés) sería a peza central de Obama na súa política de reafirmación do poder económi...
Portugal: Sanções, FMI e cegueiras
24/08/2016Sandra Monteiro
A arquitectura da União Europeia neoliberal, mais ou menos punitiva, está formatada para impor a Portugal desemprego, salários baixos, emigraçã...
A nova doutrina estratégica Turca
23/08/2016Thierry Meyssan
A nova doutrina estratégica Turca conduziu já Ancara a restaurar boas relações, pelo menos comerciais, com vários dos seus vizinhos. No fim de ...
A lógica do capitalismo neoliberal
22/08/2016Prabhat Patnaik
Os dias tranquilos do neoliberalismo estão acabados, o que portanto traz para a agenda histórica uma luta pela sua transcendência. Isto pode ser ...
Guerras e crises na África de hoje
22/08/2016Carlos Lopes Pereira
50 verdades sobre Fidel Castro
17/08/2016Salim Lamrani
Opinión
29/7/2009 Pedro Carrano
A América Central tem sido um privilegiado laboratório do capitalismo na sua versão neoliberal. O fim do ciclo de ascenso das lutas populares, característico dos anos 1970 e 80, veio carregado de uma ressaca terrível no pequeno continente. Super-exploração de trabalhadores e rebaixamento do horizonte político das organizações de classe são a base que o período anterior forneceu para o...
20090728_obama.turkey.protest.jpg
Os acontecimentos recentes nas Honduras e no Irão, onde os governos eleitos democraticamente enfrentam os actores civis e militares pró-Estados Unidos, que intentam derrubá-los, podem ser melhor compreendidos como uma parte duma estratégia mais vasta da Casa Branca, concebida para um desfazer dos ganhos alcançados por governos e movimentos de oposição durante os anos de Bush. Duma fo...
A política externa da Casa Branca trafega sobre o fio da navalha. Sabe que Zelaya está mais próximo de Chávez que dos falcões usamericanos que ainda comandam a CIA. Esta agência, especializada em terrorismo oficial, não foi devidamente saneada por Obama. E, agora, tenta justificar o golpe sob o pretexto, infundado, de que o presidente da Venezuela estaria prestes a remeter comandos militar...
Há muito mais por trás da pandemia: interesses da indústria farmacêutica, privatização do saber médico, resistência à quebra de patentes, qualidade dos sistemas de vigilância epidemiológica, infra-estrutura de atendimento, distribuição desigual dos benefícios das políticas de saúde entre países e pessoas. O agribusiness internacional faz parte desse cenário. Tudo come...
Mural, Caracas. Foto Xurxo Martínez Crespo.JPG
Bolivia ten dous presidentes, un o do país, Evo Morales, e outro o de El País. O presidente do país chamado Bolivia chamase Evo Morales, e o presidente de El País chamase o indíxena Evo Morales. Ao presidente de Bolivia elixiuno, libre e democráticamente, o seu pobo, o pobo boliviano. Ao presidente de El País, elixiuno unha serie de intereses escuros, mentiras, calumnias, e adxectivos rac...
Poderá haver um modesto aumento do PIB no 4º trimestre de 2009 ou no 1º trimestre de 2010. Será a marca do fim da actual recessão que dura há 20 meses, mas não o fim da crise. O aumento do crescimento não significa que os problemas acabaram ou que a economia está em vias de recuperação. Significa apenas que o estímulo fiscal dos 787 mil milhões de dólares de Obama está a começar a...
cig.prensa@galizacig.com