Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
A mudança política na agenda regional
23/04/2015Julio C. Gambina
A Cimeira das Américas mostrou os sinais não apenas de um subcontinente em mudança, mas de mudanças que têm já significativa expressão instit...
Entrevista a Eric Toussaint: «Non imaxinaron que un goberno antiausteridade faría unha auditoría»
23/04/2015Txisko Fernández
Se en Grecia o Goberno elixido democraticamente cun programa de ruptura coa austeridade logra garantir á súa cidadanía o restablecemento dos dere...
Efectos da aprobación do TTIP sobre a vida e os dereitos das mulleres
21/04/2015Margarida Corral Sánchez
A aprobación do TTIP pode supoñer que os xa cativos dereitos sociolaborais adquiridos tras séculos de loita se perdan de golpe, xa que os EUA non...
A nova desorde mundial
21/04/2015Tariq Ali
Non hai un só país da Unión Europea que teña verdadeira soberanía. Despois da fin da Guerra Fría e a reunificación, Alemaña converteuse no p...
O deslocamento do poder geopolítico para o Oriente
21/04/2015Umberto Martins
Os estrategistas estadunidenses consideram que o maior desafio do império, na atualidade, é precisamente conter a ascensão da China. Mas a cada d...
América Latina despois de Panamá
16/04/2015Juan Manuel Karg
Israel prepara a guerra
13/04/2015Immanuel Wallerstein
Opinión
A crise mundial deve, no mínimo, recolocar o símbolo moeda no seu devido lugar, aliás, de onde nunca deveria ter saído: a Moeda é meio e não fim. A moeda não pode ser a mercadoria mais valiosa do mundo! O momento atual exige a criação de um novo modo de atividade econômica, onde a moeda atue como mediadora no conjunto das demais atividades sociais, e não seja mais o principal elemento ...
20090206_agricultura
Unha das grandes batallas do século XXI será a da alimentación. Moitos países, importadores de comida, vense afectados polo aumento dos prezos. Os Estados ricos víñano soportando, até que, na primavera de 2008, se asustaron pola actitude proteccionista de nacións produtoras que limitaron as súas exportacións. A partir de aí, varios Estados con crecemento económico e demográfico -pero...
A queda do PIB dos EUA. A crise que envolve o conjunto do sistema capitalista e, especialmente os países centrais, é devastadora, profunda e de longa duração. Estamos apenas no início de um processo que envolverá a derrocada do sistema financeiro internacional tal como conhecemos hoje, queda brusca no comércio mundial, uma grande recessão, desemprego generalizado, e graves tensões sociai...
6/2/2009 Rui Paz // Avante
Na Alemanha, a crise do sistema capitalista irrompe de uma forma cada vez mais brutal. A quebra da produção e o aumento do desemprego é impressionante. Só em Janeiro, o número oficial de desempregados aumentou mais 387 mil em relação ao mês anterior, perfazendo o total de 3 milhões e 489 mil. Mas estas estatísticas não incluem os 200 mil trabalhadores com mais de 58, anos reform...
20090209_fsm
Os que acreditam que o fim do Fórum Social Mundial é o intercâmbio de experiências devem estar contentes. Para os que chegaram a Belém angustiados com a necessidade de respostas urgentes aos grandes problemas que o mundo enfrenta, ficou a frustração, o sentimento de que a forma atual do FSM está esgotada, que se o FSM não quer se diluir na intranscendência, tem que mudar de forma e pass...
5/2/2009 // Correio da Cidadania
Devido à permanente agressão de Washington, Cuba deve destinar gastos à defesa em uma proporção muito elevada de seu orçamento público. Se não existissem essas duas condições, quer dizer, sem bloqueio e sem ameaças permanentes de ataque do exterior, Cuba disporia de muito mais recursos para incentivar a produção de alimentos, construir casas, melhorar os salários. No entanto, tais c...
cig.prensa@galizacig.com