Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
A mudança política na agenda regional
23/04/2015Julio C. Gambina
A Cimeira das Américas mostrou os sinais não apenas de um subcontinente em mudança, mas de mudanças que têm já significativa expressão instit...
Entrevista a Eric Toussaint: «Non imaxinaron que un goberno antiausteridade faría unha auditoría»
23/04/2015Txisko Fernández
Se en Grecia o Goberno elixido democraticamente cun programa de ruptura coa austeridade logra garantir á súa cidadanía o restablecemento dos dere...
Efectos da aprobación do TTIP sobre a vida e os dereitos das mulleres
21/04/2015Margarida Corral Sánchez
A aprobación do TTIP pode supoñer que os xa cativos dereitos sociolaborais adquiridos tras séculos de loita se perdan de golpe, xa que os EUA non...
A nova desorde mundial
21/04/2015Tariq Ali
Non hai un só país da Unión Europea que teña verdadeira soberanía. Despois da fin da Guerra Fría e a reunificación, Alemaña converteuse no p...
O deslocamento do poder geopolítico para o Oriente
21/04/2015Umberto Martins
Os estrategistas estadunidenses consideram que o maior desafio do império, na atualidade, é precisamente conter a ascensão da China. Mas a cada d...
América Latina despois de Panamá
16/04/2015Juan Manuel Karg
Israel prepara a guerra
13/04/2015Immanuel Wallerstein
Opinión
20090127_fsm_outro.mundo.posibel
Pessoas desumanizadas e entidades fantasmáticas antropomorfizadas: este foi, e ainda, é o clima mental regressivo da globalização proposta no alvorecer do novo milênio. Embora díspare em seus objetivos e alvos de interesse, o altermundialismo conseguiu claramente impor uma agenda (ainda que precária) a governos, instituições multinacionais e grandes empresas. Com ele, a chamada “opini...
26/1/2009 Hugo Moldiz // Rebelión
A revolución boliviana obtivo unha vitoria histórica, se cadra a máis importante dos últimos tres anos, ao obter un 62 por cento de apoio ao proxecto de Constitución, co que se deixa atrás 184 anos de república colonial e ábrese paso á construción dunha sociedade poscapitalista na que exista igualdade de dereitos, oportunidades e posibilidades para todos, segundo resultados extraoficiai...
20090126_foro.social.mundial
Nas origens do FSM estão o "grito zapatista" de 1994 e as manifestações em Seattle, em 1999, que impediram a realização da reunião da OMC. Na sequência, o movimento anti-neoliberal passou da fase de resistência à fase de construção de alternativas. Este FSM demonstrará se permanece na fase de resistência, de fragmentação de temáticas, de limitação à “sociedade c...
O Fórum de Belém ocorre em meio a três acontecimentos de primeira grandeza: o avanço da crise econômica, o massacre promovido por Israel em Gaza e a posse de Obama. Se estes temas não estiverem no centro do debate, o encontro dificilmente alcançará a relevância política que teve em suas primeiras versões. O Fórum Social Mundial chega à sua oitava edição, em Belém, dois anos ...
20090126_paquistan.protesta.anti.obama
As guerras e conflitos militares no Iraque, Afeganistão, Paquistão, Oriente Médio e África farão parte da pauta de debates do Fórum Social Mundial. Em artigo, Noam Chomsky analisa um dos atores centrais destes conflitos, os Estados Unidos. Ao comentar o futuro da política externa de Washington, ele lança uma interrogação: "A boa vontade de Barack Obama para "falar com o inimig...
A crise global parece comezar a xerar unha verdadeira vaga de protesta e de revolta contra os gobernos en Europa. E, de novo, o elo máis débil é o primeiro en ceder: é aquela «Nova Europa» que nos pasados anos seguiu con maior entusiasmo os cantos de serea do neoliberalismo “á americana” -por non falarmos das indicacións políticas xerais procedentes da Casa Branca- a que primeiro se ...
cig.prensa@galizacig.com