Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Venezuela: Estados Unidos acelera o golpe
27/02/2015Ángel Guerra Cabrera
O golpismo intensificouse sobre todo a partir da elección do presidente Maduro en abril de 2013. Washington e as oligarquías decidiron botar toda ...
A goleada sofrida pelo Syriza nas negociações da UE
27/02/2015Richard Seymour
As classes dominantes da UE também “ganharam tempo”, e elas dispõem dos recursos e estão ao ataque, enquanto o Syriza recuou. Não há motivo...
Grécia: os próximos quatro meses
27/02/2015Michael Roberts
Quanto à privatização, o que não é habitualmente percebido é que se supunha que as receitas da privatização fossem utilizadas para reembolsa...
Golpes na Argentina, Venezuela e Brasil?
27/02/2015Altamiro Borges
Os três países têm vários traços em comum. Em todos eles, a direita partidária sofreu duras derrotas eleitorais nos últimos anos. Forças con...
Syriza, uma via para o poder do povo?
26/02/2015Éric Toussaint
A experiência demonstra que os movimentos de esquerda podem chegar ao governo mas não chegam a conquistar o poder. A democracia ou seja o exercíc...
Ucrânia, um ano depois do golpe
26/02/2015Luís Carapinha
Cuba/EUA: que mudanças?
24/02/2015Rémy Herrera
Opinión
O ataque ao semanário Charlie Hebdo alimenta uma dúplice estratégia da tensão, onde, por um lado, as células jihadistas exploram o degrado e o racismo das metrópoles francesas para fazer explodir os sentimentos reprimidos dos jovens de origem árabe. Por outro lado, as excelências da direita pretendem recompactar a sociedade, impondo um regime direitista  Durante dois dias a capital f...
15/1/2015 Inês Zuber // Avante
A população do Donbass e os patriotas ucranianos que resistem à fascização da Ucrânia – vulgarmente conhecidos nos media dominantes por «terroristas pró-russos», nomenclatura que os EUA e a UE acompanham – estão a ser alvo de uma guerra genocida  Esta semana será comemorado, no Parlamento Europeu, o 70.º aniversário da libertação do campo de concentração de Auschwitz. Qu...
20150114_islamophobie_pintada
Não estamos perante um choque de civilizações, até porque a cristã tem as mesmas raízes que a islâmica. Estamos perante um choque de fanatismos, mesmo que alguns deles não apareçam como tal por nos serem mais próximos  Esta análise é urgente, sob pena de continuarmos a atear um fogo que amanhã pode atingir as escolas dos nossos filhos, as nossas casas e as nossas instituições....
14/1/2015 Tariq Ali // ODiario.info
20150114_charlie.hebdo
A hipocrisia com que a classe dominante em França se quis aproveitar dos ataques terroristas da passada semana pode sair-lhe pela culatra. Com a mesma veemência com que se solidarizou com as vítimas a opinião progressista vem denunciando esse comportamento inqualificável. E este texto é anterior à “jornada republicana” de domingo.  Foi um acontecimento horrível. Foi condenado na ...
12/1/2015 Atilio A. Boron
20150112_charlie.hebdo-cartaz
Quen prendeu a chama do radicalismo sectario mal podería agora sorprenderse e moito menos proclamar a súa falta de responsabilidade polo ocorrido, coma se o asasinato dos xornalistas parisinos non tivese relación ningunha coas súas políticas  O atentado terrorista perpetrado nas oficinas de Charlie Hebdo debe ser condenado sen atenuantes. É un acto brutal, criminal, que non ten xustifi...
Assassinatos como o da Charlie Hebdo nunca têm justificativa moral nem humana, mas sim contextos. Um fator é a guerra sem fim no Oriente Médio  É óbvio que o direito de matar não existe. É óbvio que o direito ao humor existe.   É óbvio que a liberdade de expressão é um dos direitos individuais e coletivos mais apreciados.   É óbvio que nem sequer o sentime...
cig.prensa@galizacig.com