Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
A mudança política na agenda regional
23/04/2015Julio C. Gambina
A Cimeira das Américas mostrou os sinais não apenas de um subcontinente em mudança, mas de mudanças que têm já significativa expressão instit...
Entrevista a Eric Toussaint: «Non imaxinaron que un goberno antiausteridade faría unha auditoría»
23/04/2015Txisko Fernández
Se en Grecia o Goberno elixido democraticamente cun programa de ruptura coa austeridade logra garantir á súa cidadanía o restablecemento dos dere...
Efectos da aprobación do TTIP sobre a vida e os dereitos das mulleres
21/04/2015Margarida Corral Sánchez
A aprobación do TTIP pode supoñer que os xa cativos dereitos sociolaborais adquiridos tras séculos de loita se perdan de golpe, xa que os EUA non...
A nova desorde mundial
21/04/2015Tariq Ali
Non hai un só país da Unión Europea que teña verdadeira soberanía. Despois da fin da Guerra Fría e a reunificación, Alemaña converteuse no p...
O deslocamento do poder geopolítico para o Oriente
21/04/2015Umberto Martins
Os estrategistas estadunidenses consideram que o maior desafio do império, na atualidade, é precisamente conter a ascensão da China. Mas a cada d...
América Latina despois de Panamá
16/04/2015Juan Manuel Karg
Israel prepara a guerra
13/04/2015Immanuel Wallerstein
Opinión
19/2/2015 Ângelo Alves // Avante
Amanhã termina o prazo do ultimato do Eurogrupo à Grécia. Um ultimato que, tirando partido da terra queimada por anos de políticas ditas de austeridade, usa a destruição, dependência e fragilidade da economia grega para chantagear e atacar todo um povo.  Ao momento da redacção deste artigo todas as hipóteses e desenvolvimentos do chamado «caso grego» são possíveis. Esta é a se...
A oligarquia capitalista europeia – os Junker, Merkel, Draghi –, com a anuência frouxa dos chamados sociais-democratas – Sigmar Gabriel, François Hollande –, decidiram declarar guerra (financeira) contra o povo grego  Pela primeira vez em sua história, a Grécia tem um governo “vermelho” (não rosa-bombom), um governo dirigido pelo Syriza (Synaspismos tis Rizospastikis Arister...
18/2/2015 Ekaitz Cancela
Agrupadas baixo “organizacións paraguas”, as compañías máis poderosas do planeta presionan aos poderes políticos para se asegurar de que os seus polémicos intereses non se vexan afectados  O tratado de libre comercio (TTIP) entre a Unión Europea e Estados Unidos segue forxándose no máis escuro das institucións de ambas as beiras do Atlántico. O pasado 2 de febreiro comezaron a...
16/2/2015 Alejandro Nadal
Hoxe a clase traballadora en Europa enfróntase a un escenario desfavorábel: os bancos alemáns, franceses, holandeses e ingleses teñen grandes necesidades de recapitalización e iso necesitará de apoio público, é dicir, dunha masiva transferencia de recursos das clases medias e traballadoras do continente cara ao sector financeiro  En 1941 a Wehrmacht nazi aniquilou nunhas cantas seman...
O único e grande triunfo dos EUA e da Arábia Saudita nessa história até o momento foi transformar a OPEP em espectro do que foi entre 1960 e 1990, e não apenas porque sua cota de mercado caiu de 62% para os 30% de hoje, mas porque a Arábia, o Kuwait e os Emirados Árabes Unidos fizeram uma frente contra pesos pesados da organização, tais como Irã, Iraque, Argélia, Venezuela e Equador &n...
O apoio à experiência levada a cabo na Grécia não pode e não deve ser incondicional: seria o pior dos serviços que se lhes pode prestar. Esse apoio deve se basear em uma análise mais detalhada possível da evolução da situação, com sugestões e críticas  O Banco Central Europeu (BCE) acaba de tomar uma decisão de uma brutalidade inaudita: a partir de 11 de fevereiro, não aceita...
cig.prensa@galizacig.com