Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
As mentiras teóricas do Banco Mundial
21/11/2014Éric Toussaint
A visão do Banco Mundial está marcada por diferentes preconceitos conservadores. Nos relatórios e discursos dos quinze primeiros anos de existên...
Entrevista a Walden Bello: “O TTIP é como braço económico da OTAN”
20/11/2014Thomas Fazi
Os EUA negoceiam actualmente –em segredo- com a UE e com 11 países asiáticos dois tratados de “comércio livre”. O conteúdo negativo das in...
Brasil, a grande divisão
20/11/2014Boaventura de Sousa Santos
A grande burguesia não tendo podido derrotar a candidata do PT,  vai continuar a pressionar abertamente (e a ser provavelmente atendida) pela...
A armadura xurídica do Tratado Transatlántico de Comercio e Investimentos (TTIP)
20/11/2014Juan Hernandez Zubizarreta
O TTIP é un Tratado tremendamente violento. A violencia estrutural do sistema capitalista -que permite a acumulación da riqueza duns poucos a cust...
A anatomia do Estado sob o neoliberalismo
17/11/2014Prabhat Patnaik
O Estado neoliberal, ou o Estado na era da hegemonia do capital financeiro internacional, é cada vez mais moldado de uma maneira que restringe a "...
O mistério de Kobane
17/11/2014Pepe Escobar
crise
21/11/2014 Éric Toussaint // CADTM
A visão do Banco Mundial está marcada por diferentes preconceitos conservadores. Nos relatórios e discursos dos quinze primeiros anos de existência, o BM faz referência regularmente às regiões atrasadas e subdesenvolvidas, configurando todo um programa. Sobre as causas do subdesenvolvimento, o banco adota uma visão etnocêntrica  O Banco Mundial considera que os países em desenvolvi...
O Estado neoliberal, ou o Estado na era da hegemonia do capital financeiro internacional, é cada vez mais moldado de uma maneira que restringe a "soberania popular" de todos os modos concebíveis. Sua tendência essencial é para reduzir a democracia e estabelecer a hegemonia irrestrita da oligarquia corporativo-financeira  A mudança da natureza do Estado sob o neoliberalismo tem sido muit...
28/10/2014 Vicenç Navarro
O xeito de reducir o déficit e a débeda públicos dun país non é aplicando políticas de austeridade. Estas políticas reducen a demanda de bens e servizos, e con iso provocan un descenso do crecemento económico. E este descenso do crecemento económico xera menos recursos ao Estado, aumentando o déficit e a débeda públicos Era doado ver que as políticas de austeridade promovidas pola Tr...
20141020_neoliberalismo.faixa.jpg
O neoliberalismo do século XX foi uma tragédia. Um neoliberalismo do século XXI seria uma nova tragédia e uma farsa. O neoliberalismo surgiu com o diagnóstico de que a economia capitalista deixava de crescer por excesso de regulamentações. “O Estado não é uma solução, é o problema”, não se cansou de proclamar Ronald Reagan. O que seria problema no Estado seria o excesso de limit...
20141016_OXE.2015.jpg
‘Outra vaca no millo’: resumo coloquial dun orzamento que profunda na traxectoria da acción pública que foi parte activa da crise económica. O Estado pode ser modulador, e mesmo en parte compensador, da dirección que siga a actividade económica privada, cumprindo o necesario rol de equilibrador das tendencias viciosas do sistema capitalista. Levando esta aseveración ao límite (e para u...
Só com a libertação do jugo do Euro será possível implementar uma efectiva alternativa de esquerda. Sob a ditadura do Euro, objectivamente, a "alternativa" cinge-se a um pouco mais de sensibilidade social na governação. Mas não permite a implementação de uma política macroeconómica de ruptura com o neoliberalismo, de desenvolvimento, de progresso social, de valorização do trabalho e ...
10/10/2014 Michel Husson
A crise fixo estourar esta configuración fundamentalmente inestábel e deixa as sociedades enlamadas nunha recesión crónica que vai acompañada do mantemento ou do profudamento das desigualdades, do enquistamento do paro masivo e do efecto corrosivo das chamadas reformas estruturais Definir no contexto actual o que podería ser unha política económica de esquerda é un exercicio tan perigos...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com