Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Capitalismo e discriminação entre trabalhadores
23/10/2014Prabhat Patnaik
O capitalismo, portanto, actua para segmentar romper a classe trabalhadoras de dois modos bastante distintos: um pela promoção da competição en...
EUA: Guerra ao EI é cortina de fumaça para guerra contra Síria e Irã
22/10/2014Mahdi Darius Nazemroaya
A chamada “ameaça” do Estado Islâmico no Iraque e Levante, ou Estado Islâmico (EI) é cortina de fumaça. A força do EI foi deliberadamente...
Neoliberalismo século XXI?
21/10/2014Emir Sader
O neoliberalismo do século XX foi uma tragédia. Um neoliberalismo do século XXI seria uma nova tragédia e uma farsa. O neoliberalismo surgiu...
Orzamentos do Estado 2015
16/10/2014María do Carme García-Negro
‘Outra vaca no millo’: resumo coloquial dun orzamento que profunda na traxectoria da acción pública que foi parte activa da crise económica....
Portugal: Sair do Euro para recuperar a soberania e desenvolver o país
14/10/2014Octávio Teixeira
Só com a libertação do jugo do Euro será possível implementar uma efectiva alternativa de esquerda. Sob a ditadura do Euro, objectivamente, a ...
A terceira guerra de Iraq
14/10/2014Ignacio Ramonet
Brasil: A luta continua
10/10/2014Albano Nunes
capitalismo
21/10/2013 James Petras // resistir.info
20131021_eeuu_acordo.fiscal.jpg
Os beneficiários principais e imediatos do aumento do tecto da dívida são os ricos, possuidores de títulos; os beneficiários a médio e longo prazo são os construtores do império militar e de inteligência que podem continuar a obter mais de US$700 mil milhões por ano de verbas do orçamento. Os principais perdedores estratégicos da elevação do tecto da dívida serão as centenas de mil...
Desde o Plano Marshall na Europa, os círculos políticos funcionam baseados na ideia de que os empréstimos internacionais são fatores fundamentais de desenvolvimento. Nos últimos 69 anos, o Banco Mundial baseou-se nessa premissa, fazendo do endividamento dos países a chave para o seu desenvolvimento.  No momento em que se realiza em Washington a reunião anual do FMI e do Banco Mundial,...
18/10/2013 Ângelo Alves // Avante
A forma como a UE olha para os imigrantes é um dos exemplos mais gritantes e as notícias da semana passada da morte de centenas de seres humanos no Mediterrâneo ao largo de Lampedusa são a prova de uma autêntica guerra contra gente que foge da pobreza, da fome, ou da guerra (fomentada e levada a cabo pela própria UE), como é o caso dos refugiados e imigrantes oriundos da Líbia.  Trê...
18/10/2013 Christophe Ventura
As novas transformações do capitalismo reforçam as dinâmicas de fusão entre os Estados envolvidos e os interesses do mercado. Ao fazê-lo, promovem a desconexão entre a capacidade de intervenção democrática dos povos – a única maneira de controlar a força do capital – e a força do mercado para submeter nossas sociedades ao seu domínio destruidor.  Segundo a expressão dos ec...
Há três tipos de luta de classes atualmente. Primeira: a luta popular contra a burguesia. Segunda: a das mulheres pela emancipação – e não devemos pensar somente no Ocidente, onde as primeiras a serem afetadas e demitidas em uma situação econômica difícil são as mulheres. E terceiro: a de todos os povos oprimidos. - Como podemos classificar o atual momento do liberalismo no século XX...
7/10/2013 Juan Torres López
O que hai detrás do “peche” do goberno estadounidense é que o capitalismo chegou ao paroxismo. Non é que os ricos non queiran goberno senón que o queren só para eles. Manteñen o exército e manteñen as axudas fiscais que van a eles e os apoios multimillonarias aos bancos e ás grandes empresas.  O chamado “peche” do goberno de Estados Unidos pódese interpretar e avaliar de mo...
4/10/2013 Juan Torres López
O que hai detrás do “peche” do goberno estadounidense é que o capitalismo chegou ao paroxismo. Non é que os ricos non queiran goberno senón que o queren só para eles. Manteñen o exército e manteñen as axudas fiscais que van a eles e os apoios multimillonarias aos bancos e ás grandes empresas.  O chamado “peche” do goberno de Estados Unidos pódese interpretar e avaliar de mo...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com