Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Um olhar sobre o Brexit
01/07/2016João Ferreira
A ausência ou debilidade de projectos de ruptura pela esquerda com a UE constitui um perigo capaz de comportar consequências potencialmente trági...
Brasil: O golpismo contra-ataca
30/06/2016Emir Sader
A incapacidade de iniciativa política da luta contra o golpe, que combine mobilizações populares com proposta política viável no curto prazo, ...
Porque os britânicos disseram não à Europa
28/06/2016John Pilger
O voto maioritário dos britânicos a favor do abandono da União Europeia foi um acto de democracia pura. Milhões de pessoas comuns recusaram-se a...
UE: Os dias contados
28/06/2016Jorge Bateira
Tendo em conta que as políticas da UE não serão alteradas no essencial, já que isso é do interesse das elites alemãs e da tecno-burocracia de ...
O referendo inglês: o irrecusável "não", suas perspectivas e riscos
28/06/2016Haroldo Lima
A UE frustrou a esperança de vida de grande parte da gente que dizia unir. O bem-estar foi substituído pela "austeridade". E as reações se este...
O direito soberano de decidir
23/06/2016João Pimenta Lopes
capitalismo
Os acordos e tratados de comercio e investimentos blindan os dereitos do capital e das corporacións transnacionais. Ademais, se nos 90 o neoliberalismo propuña reducir o Estado e deixar vía libre aos mercados, agora cos novos tratados e acordos de comercio e investimentos búscase un Estado forte que garanta os beneficios das transnacionais  A mesta rede de tratados e acordos de comercio ...
15/12/2015 Jérome Duval // Diagonal
Non se pode ser máis claro en canto á vontade do FMI e do seu accionista maioritario, Estados Unidos: o alivio da débeda, ridículo con respecto aos futuros novos empréstitos, só permite proseguir os reembolsos con xuros e a aplicación de medidas capitalistas  Semella que non importa que a política do FMI que se espalla polo mundo provoque caos social como en Grecia ou en calquera out...
10/12/2015 João Ferreira // Avante
Libertar Portugal do espartilho do euro não será uma condição suficiente, mas será uma condição necessária para sair da «austeridade» eterna e para, em última análise, recuperar e desenvolver o País e elevar as condições de vida do nosso povo  As questões do euro marcaram e continuarão inevitavelmente a marcar o debate em torno das opções com que o País e o povo se confro...
As críticas ao Tratado enfocáronse nos efectos que cada un dos instrumentos contidos nos tres eixos van ter nos dereitos, fundamentalmente sociolaborais, pero tamén políticos, das maiorías sociais de ambas as partes negociadoras O 17 de xullo de 2013 o Consello da Unión Europea aprobou as Directrices de negociación relativas á Asociación Transatlántica sobre Comercio e Investimento, ent...
Os tratados de investimento que estão a ser implementados pelos EUA representam uma transição para um conjunto de instituições acima dos estados-nações que servirão as necessidades do capital globalizado, oferecendo a sua “proteção” onde quer que funcionem  Os Estados Unidos estão a implementar uma nova arquitetura de domínio empresarial global através duma série de tratado...
O dólar não é mais que o apoio do capital mundialmente dominante. Também criar uma nova moeda num sistema mundial capitalista que ficará intacto seria apenas mudar o nome da moeda que serve esse capital para alargar a sua dominação sobre o mercado universal  «O dólar é a nossa moeda, mas é o vosso problema». É o que John Connally, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos da A...
5/11/2015 Paul Walder // Rebelión
Numerosos observadores e analistas ven no TPP o renacemento do Alca, o proxecto estadounidense para crear unha zona de libre comercio das Américas que foi parado en 2005 polos daquela presidentes Hugo Chávez, Néstor Kirchner e Lula da Silva  O Acordo Transpacífico de Cooperación Económica (TPP, segundo as súas siglas en inglés), é a última etapa no proceso de globalización comerci...
cig.prensa@galizacig.com