Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Grécia: Por que se deve realizar uma auditoria da dívida?
25/03/2015Éric Toussaint
A auditoria demonstrará que uma parte muito grande da dívida grega contraída tanto no período precedente à intervenção da Troika como no post...
Por trás das sanções da Casa Branca contra a Venezuela
25/03/2015Mark Weisbrot
Os governos latino-americanos compreenderam esta estratégia de impor novas sanções à Venezuela vista como uma grave ameaça à democracia na reg...
Dez claves para entender a “lex mercatoria”
25/03/2015Juan Hernández Zubizarreta e Pedro Ramiro
A oposición frontal das grandes potencias e dos lobbies transnacionais á creación de normas que poidan poñer en risco as súas perspectivas de n...
A pobreza em Portugal
25/03/2015Maria do Carmo Tavares
A pobreza em Portugal sempre assumiu grande extensão e intensidade, a ela estão associadas profundas desigualdades sociais, acumulação de riquez...
O capitalismo no país das maravilhas
23/03/2015António Santos
Há actualmente 15 milhões de crianças com fome nos EUA. Destas, 1,5 milhões não tem casa. Com efeito, na lista de países que melhor protegem a...
Brasil na encruzilhada
23/03/2015Luís Carapinha
Pensar as crises
11/03/2015Antoine Casanova e Remy Herrera
Grecia: Saír do euro ou suicidio político
09/03/2015Héctor Illueca Ballester
Unión Europea
16/11/2012 Vicenç Navarro
Existe a percepción xeneralizada de que as crise económica e financeira na Unión Europea (UE) en xeral, e na Eurozona en particular, están amosando a necesidade de “ter máis Europa”, expresión amplamente utilizada en círculos políticos e mediáticos de distinta sensibilidade política para definir a necesidade de establecer un sistema federal na UE que tería certas semellanzas co gobe...
5/11/2012 Pedro Guerreiro // Avante
A União Europeia não tem remédio ou arranjo – não é reformável. Prenhe de contradições, cada novo passo na integração capitalista europeia representará acrescidos e reforçados ataques aos direitos dos trabalhadores e à soberania dos povos, pois, como a realidade aí está a demonstrar, é da sua natureza e propósito ser um instrumento de domínio das grandes potências e dos grande...
19/10/2012 Maurício Miguel // Avante
A atribuição do Prémio Nobel da Paz transformou-se em muitos casos na arma de arremesso das potências da UE e da NATO, o galardão que alimentou campanhas de ingerência e branqueamento de uns (os amigos) para atacar a outros (países e povos que não se submeteram).  O anúncio da atribuição do Prémio Nobel da Paz à União Europeia na semana passada justifica que nos detenhamos sobr...
20/9/2012 João Ferreira // Avante
De forma nada inocente, instituiu-se na União Europeia uma prática semelhante à que é corrente nos EUA, onde o presidente realiza, anualmente, perante o Congresso, o chamado discurso sobre o «estado da União».  O discurso que Durão Barroso fez na semana passada em Estrasburgo, com este mesmo título, fornece-nos importantes elementos de compreensão sobre a forma como a burocracia eu...
Diante dos riscos de o país abandonar o euro, os capitais escapam da Grécia. Assustados com o possível retorno do dracma e no afã de proteger o valor de suas reservas líquidas e de seu patrimônio, os investidores – cidadãos e empresas – sacam dos bancos locais os depósitos e transferem as aplicações ainda denominadas na moeda única.  Diante dos riscos de o país abandonar o eu...
13/4/2012 Rui Paz // Avante
Convém não esquecer que todo o processo de integração da UE tem fugido da democracia como o diabo da cruz. Quantas decisões importantes foram tomadas no silêncio dos gabinetes, proibindo-se referendos e consultas populares? Quantos processos eleitorais em que os eleitores votaram contra as propostas da UE foram repetidos até o resultado bater certo com os objectivos desejados?  Uma pa...
Numerosas experiências recentes a Sul mostraram que a reconquista de elementos de soberania nacional – monetária, entre outras – e o voluntarismo político perante os diktat dos mercados financeiros abriram margens de manobra que permitiram a esses países sair de situações económicas dramáticas provocadas em larga medida pelo próprio funcionamento – injusto e inaceitável – do sist...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com