Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Nos 70 anos da Vitória de 1945
13/05/2015Jorge Cadima
A História mostra que o fascismo torna-se uma ameaça séria quando as classes dominantes optam pelo exercício do seu poder através da violência...
O medo de sair da zona do euro não deveria mais paralisar a Grécia
13/05/2015Stathis Kouvélakis
O que está em jogo na Grécia é a possibilidade de uma mudança radical e uma virada política na direção da emancipação não só de um povo e...
Stathis Kouvelakis
13/05/2015
...
Odessa não esquece
08/05/2015Luís Carapinha
Cumpriu-se o primeiro aniversário dos sangrentos acontecimentos de 2 de Maio em Odessa que culminaram com o incêndio e a chacina na Casa dos Sindi...
Grécia, ditadura financeira e caos
08/05/2015Immanuel Wallerstein
A Grécia foi admitida na zona do euro em 2000, supostamente por ter alcançado as exigências formais para isso. Quando, depois de 2008, a dívida ...
Hai alternativas ao TTIP e aos tratados de “libre comercio”?
05/05/2015Juan Hernández Zubizarreta e Pedro Ramiro
Tragédia no Mediterrâneo
30/04/2015Albano Nunes
Unión Europea
O endurecemento das condicións para pedir empréstitos e a vaga de leis europeas que prescriben as políticas neoliberais desencadearon un ataque sen precedentes no estado do benestar e a democracia en Europa. Pode a situación ir aínda a peor? Atendendo ás propostas de unión fiscal e maior integración económica, parece claramente que si.  Desde o estourido da crise en Europa en 2010, ...
Os empréstitos do presente son os recortes sociais do futuro; así de tortas son as liñas cos que escribe a troika os seus pactos mefistofélicos e só desa forma pode cualificarse a reestruturación chegada desde Bruxelas este día cargada de argumentos para a indignación.  Velaquí o tan agardado rescate bancario e, como non podía ser doutra forma, chega dando unha nova volta de parafu...
19/11/2012 Juan Torres López
É curioso que só moi pouca xente se lembre e agora do Tratado de Maastricht, cando é nel onde está a orixe dos problemas que ten agora a Unión Europea. A base de moitas mentiras estase facendo crer á xente que o que lle acontece aos países que sofren as maiores perturbacións é que realizaron moito gasto público social e que iso aumentou até niveis inaturábeis o peso da débeda pública...
O ataque feroz da Economist ao sistema francês é a última escala de uma crua ofensiva nascida em Berlim e em Bruxelas. A Alemanha, o FMI e as instâncias políticas e financeiras do Velho Continente pressionam Paris para que acelere as reformas. A papisa dessa ofensiva é a chanceler alemã Angela Merkel.  O lobo liberal voltou a mostrar os dentes para atacar aquele que ainda é seu aliad...
16/11/2012 Vicenç Navarro
Existe a percepción xeneralizada de que as crise económica e financeira na Unión Europea (UE) en xeral, e na Eurozona en particular, están amosando a necesidade de “ter máis Europa”, expresión amplamente utilizada en círculos políticos e mediáticos de distinta sensibilidade política para definir a necesidade de establecer un sistema federal na UE que tería certas semellanzas co gobe...
5/11/2012 Pedro Guerreiro // Avante
A União Europeia não tem remédio ou arranjo – não é reformável. Prenhe de contradições, cada novo passo na integração capitalista europeia representará acrescidos e reforçados ataques aos direitos dos trabalhadores e à soberania dos povos, pois, como a realidade aí está a demonstrar, é da sua natureza e propósito ser um instrumento de domínio das grandes potências e dos grande...
19/10/2012 Maurício Miguel // Avante
A atribuição do Prémio Nobel da Paz transformou-se em muitos casos na arma de arremesso das potências da UE e da NATO, o galardão que alimentou campanhas de ingerência e branqueamento de uns (os amigos) para atacar a outros (países e povos que não se submeteram).  O anúncio da atribuição do Prémio Nobel da Paz à União Europeia na semana passada justifica que nos detenhamos sobr...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com