Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
América Latina despois de Panamá
16/04/2015Juan Manuel Karg
Aínda que Obama logrou a foto que quería xunto a Raúl Castro, e aproveitou os días previos para se reunir cos países do Caribe nucleados en Car...
Algumas notas sobre o TTIP (Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento UE-EUA)
16/04/2015João Ferreira
O TTIP comporta sérias ameaças ao emprego – levando a uma corrida ao fundo no plano dos direitos, salários e condições de trabalho. Sublinhe-...
Eric Toussaint: “A débeda ilexítima non se debe pagar”
16/04/2015
 Eric Toussaint, Coordinador da comisión do Parlamento de Grecia para a auditoría da Débeda, e Adolfo Muñoz "Txiki", secretario xeral de EL...
Israel prepara a guerra
13/04/2015Immanuel Wallerstein
O primeiro-ministro de Israel, Benyamin Netanyahu alcançou uma expressiva vitória eleitoral em Israel, em 17 de março. Conseguiu isso fazendo doi...
A historia endexamais contada da integración europea
13/04/2015Héctor Illueca Ballester
A verdadeira disxuntiva consiste en saír do euro e recuperar a soberanía ou afrontar unha lenta pero inexorábel transición cara ao subdesenvolve...
Caos
10/04/2015Jorge Cadima
O conceito de imperialismo
07/04/2015Prabhat Patnaik
Alvos de guerra
07/04/2015Max Altman
Defendamos a Venezuela em perigo
30/03/2015Guillermo Almeyra
Unión Europea
19/11/2012 Juan Torres López
É curioso que só moi pouca xente se lembre e agora do Tratado de Maastricht, cando é nel onde está a orixe dos problemas que ten agora a Unión Europea. A base de moitas mentiras estase facendo crer á xente que o que lle acontece aos países que sofren as maiores perturbacións é que realizaron moito gasto público social e que iso aumentou até niveis inaturábeis o peso da débeda pública...
O ataque feroz da Economist ao sistema francês é a última escala de uma crua ofensiva nascida em Berlim e em Bruxelas. A Alemanha, o FMI e as instâncias políticas e financeiras do Velho Continente pressionam Paris para que acelere as reformas. A papisa dessa ofensiva é a chanceler alemã Angela Merkel.  O lobo liberal voltou a mostrar os dentes para atacar aquele que ainda é seu aliad...
16/11/2012 Vicenç Navarro
Existe a percepción xeneralizada de que as crise económica e financeira na Unión Europea (UE) en xeral, e na Eurozona en particular, están amosando a necesidade de “ter máis Europa”, expresión amplamente utilizada en círculos políticos e mediáticos de distinta sensibilidade política para definir a necesidade de establecer un sistema federal na UE que tería certas semellanzas co gobe...
5/11/2012 Pedro Guerreiro // Avante
A União Europeia não tem remédio ou arranjo – não é reformável. Prenhe de contradições, cada novo passo na integração capitalista europeia representará acrescidos e reforçados ataques aos direitos dos trabalhadores e à soberania dos povos, pois, como a realidade aí está a demonstrar, é da sua natureza e propósito ser um instrumento de domínio das grandes potências e dos grande...
19/10/2012 Maurício Miguel // Avante
A atribuição do Prémio Nobel da Paz transformou-se em muitos casos na arma de arremesso das potências da UE e da NATO, o galardão que alimentou campanhas de ingerência e branqueamento de uns (os amigos) para atacar a outros (países e povos que não se submeteram).  O anúncio da atribuição do Prémio Nobel da Paz à União Europeia na semana passada justifica que nos detenhamos sobr...
20/9/2012 João Ferreira // Avante
De forma nada inocente, instituiu-se na União Europeia uma prática semelhante à que é corrente nos EUA, onde o presidente realiza, anualmente, perante o Congresso, o chamado discurso sobre o «estado da União».  O discurso que Durão Barroso fez na semana passada em Estrasburgo, com este mesmo título, fornece-nos importantes elementos de compreensão sobre a forma como a burocracia eu...
Diante dos riscos de o país abandonar o euro, os capitais escapam da Grécia. Assustados com o possível retorno do dracma e no afã de proteger o valor de suas reservas líquidas e de seu patrimônio, os investidores – cidadãos e empresas – sacam dos bancos locais os depósitos e transferem as aplicações ainda denominadas na moeda única.  Diante dos riscos de o país abandonar o eu...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com