Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Ucrânia, o fascismo galopante
25/06/2015Raúl Antonio Capote
Na Ucrânia se trava uma grande batalha contra o fascismo, o triunfo das forças obscuras deixaria aberta a via da opção fascista, nunca descartad...
A crise da UE e a “experiência” grega
25/06/2015Ângelo Alves
A realidade na Grécia, mas também em toda a UE, é de uma luta de classes muito aguda. Nessa luta, os fatores nacional e supranacional relacionam-...
O contra-senso comum
25/06/2015Boaventura de Sousa Santos
O modo como a crise financeira da Europa do Sul tem sido "resolvida", o vasto cemitério líquido em que se transformou o Mediterrâneo, o crescimen...
A duplicidade como política de Washington para a América Latina: Marines para a América Central e diplomatas para Cuba
11/06/2015James Petras
No período imediato , na maior parte da região, Washington busca uma política de intervenção e pressão política, diplomática e económica. A...
AENC: Control horario vs traballo por obxectivos
03/06/2015Clodomiro Montero M.
O AENC 2015, recentemente asinado entre CCOO, UGT e as patronais a nivel estatal, xa está marcando as liñas da negociación colectiva. Máis alá ...
A nova xeopolítica do petróleo
01/06/2015Ignacio Ramonet
Nos 70 anos da Vitória de 1945
13/05/2015Jorge Cadima
Brasil
23/3/2015 Luís Carapinha // Avante
O imperialismo joga forte na desestabilização do Brasil. Não esquece o papel desempenhado por Brasília na dinâmica dos BRICS e no processo de integração latino-americana, como é o caso saliente da CELAC, que desafiam a sua hegemonia  A barragem de desinformação em torno do Brasil regressou ao apogeu nestes dias. Escassos meses após a reeleição de Dilma Rousseff, a grande burgues...
27/2/2015 Altamiro Borges
20150227_Maduro.Dilma.Cristina
Os três países têm vários traços em comum. Em todos eles, a direita partidária sofreu duras derrotas eleitorais nos últimos anos. Forças contrárias ao neoliberalismo, com suas nuances e ritmos diferenciados, chegaram ao governo – e não ao poder  Diante desta onda reacionária, os governantes dos três países (Argentina, Venezuela e Brasil) são chamados a enfrentar a “guerra d...
20141127_Brasil.Dilma
A grande burguesia não tendo podido derrotar a candidata do PT,  vai continuar a pressionar abertamente (e a ser provavelmente atendida) pela composição de uma equipe econômica instalada no coração do governo que satisfaça os  “imperativos dos mercados”  As eleições do Brasil suscitaram as atenções da comunicação social mundial. Em grande medida, fez uma cobertura ...
20141028_Dilma.Lula.jpg
A militancia de esquerda gañou as rúas de todo o país; a segunda volta foi dunha clara contraposición entre esquerda e dereita, o que configurou a viraje e o triunfo de Dilma Por cuarta vez consecutiva, o Partido dos Trabalhadores (PT) gaña as eleccións presidenciais en Brasil que, tamén por cuarta vez, se converteron nun plebiscito entre candidatos do PT e do PSDB (Partido da Social Demo...
20141020_neoliberalismo.faixa.jpg
O neoliberalismo do século XX foi uma tragédia. Um neoliberalismo do século XXI seria uma nova tragédia e uma farsa. O neoliberalismo surgiu com o diagnóstico de que a economia capitalista deixava de crescer por excesso de regulamentações. “O Estado não é uma solução, é o problema”, não se cansou de proclamar Ronald Reagan. O que seria problema no Estado seria o excesso de limit...
10/10/2014 Albano Nunes // Avante
20141010_lula.dilma.jpg
O dilema destas eleições é claro, avançar ou retroceder no processo que –após duas décadas de ditadura militar e de vários anos de receitas neoliberais– foi iniciado em 2003. Um processo que, com limitações e contradições, significou avanço democrático, programas sociais que retiraram 36 milhões de brasileiros da miséria e atacaram as monstruosas injustiças sociais de um dos ma...
20/6/2014 Vicenç Navarro
A gran pobreza do sector público no Brasil, xunto coas exuberantes riquezas, explica a explosión social. De aí a enorme protesta, que non é a primeira en Latinoamérica. Lembremos as mobilizacións populares en México de 1968, en protesta polos enormes custos que supoñía a preparación dos Xogos Olímpicos, que culminaron cunha das maiores manifestacións vistas naquel país O pasado 12 de...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com