Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Brasil: O assalto ao poder de um bando de aventureiros
26/05/2016Emir Sader
Privatização de tudo o que puder, sem limite, sem pudor, liquidação do patrimônio publico, entregue ao mercado e aos grandes capitais privados ...
O Euro e a crise na e da União Europeia
26/05/2016João Ferreira
A recuperação da soberania monetária – e por arrastamento da soberania cambial, orçamental e fiscal – é condição necessária, ainda que i...
Venezuela
26/05/2016Pedro Guerreiro
Compreender o que está em causa na Venezuela, desmontar a actual campanha mediática contra este País, é um elemento central da solidariedade par...
O golpe de Estado de 2016 no Brasil
19/05/2016Michael Löwy
A prática do golpe de Estado legal parece ser a nova estratégia das oligarquias latino-americanas. Testada em Honduras e no Paraguai (países que ...
Grécia – a tragédia que continua
19/05/2016João Ferreira
A Grécia é também a mais viva demonstração da indispensabilidade de preparar um país que queira crescer e desenvolver-se, que queira concretiz...
TTIP: A “OTAN económica”
18/05/2016Manlio Dinucci
Estado español: Volven as turbulencias
13/05/2016Albert Recio Andreu
Brasil
26/5/2016 Emir Sader
20160526_protesto.brasil.jpg
Privatização de tudo o que puder, sem limite, sem pudor, liquidação do patrimônio publico, entregue ao mercado e aos grandes capitais privados nacionais e internacionais. Liquidação do Estado brasileiro  Pouco tempo passou para se fosse vendo o que é o grupo que assaltou o governo, através do pretexto de um golpe. Não é preciso definir a Temer, em particular, embora sua trajetóri...
19/5/2016 Michael Löwy
A prática do golpe de Estado legal parece ser a nova estratégia das oligarquias latino-americanas. Testada em Honduras e no Paraguai (países que a imprensa costuma chamar de “República das Bananas”), ela se mostrou eficaz e lucrativa para eliminar presidentes (muito moderadamente) de esquerda.  Vamos dar nome aos bois. O que aconteceu no Brasil, com a destituição da presidente elei...
18/5/2016 Leonardo Boff
20160518_brasil.impeachment.jpg
O atual processo de impeachment à presidenta Dilma se inscreve dentro deste quadro golpista  pois se trata de tirá-la do poder não por via eleitoral mas pela exacerbação de práticas administrativas consideradas crime de responsabilidade  O principal problema brasileiro que atravessa toda nossa história é a monumental desigualdade social que reduz grande parte da população à c...
O que está se organizando mais além de um novo governo é uma refundação do Estado brasileiro a partir de fundamentos neoliberais-fascistas, um novo regime de organização do poder e de direitos que se propõe a substituir o regime nascido da Constituição de 1988 1) O que está em curso no Brasil não é apenas um golpe em um governo legitimamente eleito mas uma contra-revolução neoliber...
12/5/2016 Emir Sader
20160512_brasil.nao.golpe.jpg
A superação da crise está ou num governo radicalmente renovado de Dilma ou em novas eleições, que permitam ao povo brasileiro voltar a decidir sobre o seu destino, hoje definido de forma absolutamente ilegítima por um Congresso que quer impor ao país uma solução derrotada em todas as eleições, desde 2002  A prolongada e profunda crise brasileira vem percorrendo sinuosos caminhos d...
Os Governos Lula e Dilma não foram suficientemente reformistas, no plano político, nem suficientemente ousados no plano econômico, para sustentar um novo ciclo de acumulação e distribuição de renda, capazes de dar apoio a um destino nacional-popular,  formando um bloco social e político coeso, que se opusesse com viabilidade, à tutela do capital financeiro Trata-se de uma contribui...
As forças golpistas empalmam uma agenda de contrarreforma política, pela qual promoverão a regressão antidemocrática do Estado brasileiro; a liquidação de conquistas sociais; a abertura total ao capital financeiro internacional; o retorno das privatizações; a submissão aos ditames do capital monopolista, com o qual assumiram o compromisso de promover a derrogação de leis que hoje asseg...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com