Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Um olhar sobre o Brexit
01/07/2016João Ferreira
A ausência ou debilidade de projectos de ruptura pela esquerda com a UE constitui um perigo capaz de comportar consequências potencialmente trági...
Brasil: O golpismo contra-ataca
30/06/2016Emir Sader
A incapacidade de iniciativa política da luta contra o golpe, que combine mobilizações populares com proposta política viável no curto prazo, ...
Porque os britânicos disseram não à Europa
28/06/2016John Pilger
O voto maioritário dos britânicos a favor do abandono da União Europeia foi um acto de democracia pura. Milhões de pessoas comuns recusaram-se a...
UE: Os dias contados
28/06/2016Jorge Bateira
Tendo em conta que as políticas da UE não serão alteradas no essencial, já que isso é do interesse das elites alemãs e da tecno-burocracia de ...
O referendo inglês: o irrecusável "não", suas perspectivas e riscos
28/06/2016Haroldo Lima
A UE frustrou a esperança de vida de grande parte da gente que dizia unir. O bem-estar foi substituído pela "austeridade". E as reações se este...
O direito soberano de decidir
23/06/2016João Pimenta Lopes
Estados Unidos
Existem presentemente três ameaças principais para a posição dominante da América na economia global: perda de peso económico graças à quota minguante do comércio mundial, declínio da inovação tecnológica americana e fim da situação privilegiada do dólar enquanto divisa de reserva global. Quatro cenários para o fim do século americano em 2025  Uma aterragem suave para a Am...
3/12/2010 James Petras // Rebelión
20101203_eeuu-recortes.sociais.jpg
Os programas sociais e fiscais máis importantes e populares de Estados Unidos vense ameazados por unha autodenominada «Comisión Nacional de Responsabilidade Fiscal e Reforma», bipartidista. Foi creada polo presidente Obama o 18 de febreiro de 2010 e está copresidida por quen desde hai moito tempo son dous adaíles de Wall Street: o ex senador Simpson (republicano, por Wyoming) e Erskine Bowle...
3/12/2010 Niko Schvarz // Vermelho
As centenas de documentos descobertos pela WikiLeaks, que deixaram nua a diplomacia dos Estados Unidos, fornecem informações importantes sobre muitos aspectos da realidade internacional. Por exemplo, a postura dos Estados Unidos ante o golpe de Estado em Honduras.  As redes americanas e outros meios de comunicação têm tentado diminuir o significado, argumentando que tudo já era conheci...
20101203_OTAN.lisboa.protesta.jpeg
A Cimeira de Lisboa tiña un obxectivo claro e acadouno, este era o de abrir  camiño para unha ofensiva global da organización contra aqueles que se opoñen aos designios da actual orde internacional definida polos Estados Unidos e os seus aliados, o novo camiño terá por base o novo conceito estratéxico que foi aprobado por unanimidade na Cimeira de xefes de estado e goberno.  O do...
20101201_eeuu.imperio.jpg
Os EUA se tornaram uma potência imperial na disputa pela sucessão da Inglaterra como potência hegemônica, com a Alemanha. As duas guerras mundiais – tipicamente guerras interimperialistas, pela repartição do mundo colonial entre as grandes potências, conforme a certeira previsão de Lenin – definiram a hegemonia norteamericana à cabeça do bloco de forças imperialistas.  No fina...
30/11/2010 // Vermelho
Com a revelação de mais de 250 mil novos documentos sobre as atividades de espionagem dos Estados Unidos em todo o planeta neste domingo (28), o site WikiLeaks mostra a face verdadeira da diplomacia estadunidense, que trabalha com o objetivo de prolongar o domínio imperial sobre o planeta.  Os 250 mil documentos foram divulgados por vários jornais internacionais e mostraram que os Estado...
20101129_money.jpg
A recente decisão norte-americana de desvalorizar sua moeda nacional não é nova nem surpreendente. Como tampouco, a transferência dos seus custos para o resto da economia mundial, e de forma particular, para a periferia monetário-financeira do sistema. Os EUA já fizeram a mesma coisa, em 1973, quando abandonaram o sistema de Bretton Woods, provocando a primeira grande recessão mundial, depo...
cig.prensa@galizacig.com