Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Cara a unha Terceira Guerra Mundial?
18/12/2014Atilio A. Boron
A historia apréndenos que todas as transicións xeopolíticas globais -e estamos inmersas nunha delas- estiveron acompañadas por grandes guerras ...
NATO: Perigo para a paz mundial
18/12/2014Immanuel Wallerstein
A NATO e o que ela simboliza hoje representa um perigo severo devido à reivindicação dos países ocidentais do direito de interferir em qualquer ...
Capitalismo e corrupção
18/12/2014Albano Nunes
A corrupção é sistémica. É algo inerente ao funcionamento do sistema capitalista. Não se toca nos offshore nem se avança sequer na taxação ...
A crise xaponesa e nós
17/12/2014Albert Recio Andreu
Nas economías capitalistas sempre que existe estancamento económico se traduce en paro masivo, expansión da pobreza e variedade de sufrimentos hu...
O Tratado Transatlántico de Comercio e Investimentos (TTIP) e a arquitectura da impunidade
15/12/2014Juan Hernández Zubizarreta
Co TTIP procédese á harmonización normativa á baixa; é dicir, se o control financeiro é máis estrito en EEUU, harmonizar tendo en conta a reg...
A terceira guerra mundial
15/12/2014Boaventura de Sousa Santos
A importância do "Económico"
15/12/2014Prabhat Patnaik
O irrespirável ar da América
11/12/2014António Santos
guerra
18/12/2014 Atilio A. Boron
20141218_anti.WAR
A historia apréndenos que todas as transicións xeopolíticas globais -e estamos inmersas nunha delas- estiveron acompañadas por grandes guerras  Pasesiñamente, o mundo parece encamiñarse cara á Terceira Guerra Mundial. A OTAN estreita cada vez máis o círculo trazado sobre Rusia, levando aos seus extremos un proceso que foi o obxectivo político fundamental perseguido, no teatro europ...
20141218_OTAN
A NATO e o que ela simboliza hoje representa um perigo severo devido à reivindicação dos países ocidentais do direito de interferir em qualquer lugar em nome das interpretações ocidentais das realidades geopolíticas. Isto só pode levar a mais, e altamente perigosos, conflitos  A mitologia oficial diz-nos que entre 1945 (ou 1946) e 1989 (ou 1991), os Estados Unidos e a União Soviéti...
20141215_Ucraina.OTAN
Todo indica que está en preparación a terceira guerra mundial. É unha guerra provocada unilateralmente polos EE.UU. coa complicidade activa da UE. O seu obxectivo principal é Rusia e indirectamente China. O pretexto é Ucraína.  Nun estraño momento de consenso entre os dous partidos, o Congreso dos EEUU aprobou o pasado día 4 a Resolución 758, que autoriza o Presidente a adoptar med...
A urgência é travar a regulação do sistema capitalista mundial pela guerra, sob a hegemonia estado-unidense e a agressão contra o Sul. Para isso, é preciso sair da componente militar da NATO. Isso exige não opor mais os trabalhadores do Norte aos povos do Sul e sermos capazes de passar da construção de uma consciência colectiva àquela de actores colectivas, plurais, multipolares, a fim ...
20141201_OTAN-Rusia
A NATO decidiu uma "campanha tudo-ou-nada": tomar toda a Ucrânia ou, se isto fracassar, destruir o Sudeste incontrolável, destruir sua população e capacidade produtiva e empenhar-se numa guerra económica total (e possivelmente com tiros) com a Rússia  Há sinais claros de que uma grande guerra está prestes a estalar na Ucrânia. Uma guerra promovida activamente pelos regimes NATO e ap...
20141014_iraq-soldado.eeuu.jpg
Como as dúas precedentes, e tras case vinte e cinco anos de enfrontamentos, esta nova guerra non conseguirá o seu obxectivo. Primeiro porque nunca se gañou unha guerra unicamente con bombardeos aéreos, e segundo porque, sinxelamente, os obxectivos desta guerra non están nada claros O 11 de setembro pasado -data máis que simbólica- o presidente de Estados Unidos, Barack Obama, dirixiuse á...
8/10/2014 Luís Carapinha // Avante
É improvável que ao decidir levar o golpe até ao fim e instalar no poder em Kiev uma Junta liberal-fascista, Washington e Bruxelas não estivessem cientes das trágicas consequências para a Ucrânia que tal desfecho acarretaria. Sacrificaram o futuro da Ucrânia aos seus interesses estratégicos e agenda agressiva Se alguém desejar conhecer em pormenor como se desfaz e empurra para o abismo...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com