Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Islamofobia, o novo racismo occidental
30/09/2016Enzo Traverso
A islamofobia non é un simple sucedáneo do vello antisemitismo, as súas raíces son antigas e posúe a súa propia tradición: o colonialismo. As...
O neoliberalismo atroz e subalterno de nossos dias
30/09/2016Luis Manuel Arce Isaac
Onde a direita governa reinstala um neoliberalismo selvagem e agressivo para tentar demonstrar que seu círculo zero não ficou desequilibrado pelos...
Crise: algumas perguntas e respostas
30/09/2016Jorge Figueiredo
Para um país sair individualmente de uma crise estrutural será preciso romper com o capital monopolista e financeiro. Isso implica o repúdio da s...
Venezuela: Guerra económica ou erros do Goberno?
29/09/2016Marta Harnecker
Hoxe que Venezuela está a sufrir os embates da crise mundial do capitalismo e da guerra económica despregada contra ela, concentrando as maiores a...
Não verta lágrimas pelo capitalismo
28/09/2016Immanuel Wallerstein
Nos próximos anos, haverá melhoras que parecerão indicar que o sistema está funcionando de novo. Mesmo o nível geral de emprego, o indicador ch...
A incerteza entre o medo e a esperança
28/09/2016Boaventura de Sousa Santos
Brexit: Um giro histórico-mundial
27/09/2016Alex Callinicos
Cara a unha desdolarización da economía mundial?
27/09/2016Alfredo Serrano e Francisco Navarro
Análise da conjuntura política brasileira
23/09/2016João Pedro Stédile
Bratislava : a cimeira da mesquinhez
23/09/2016Thierry Meyssan
Portugal
A arquitectura da União Europeia neoliberal, mais ou menos punitiva, está formatada para impor a Portugal desemprego, salários baixos, emigração e, quando muito, estagnação económica  Portugal está a ser submetido, há vários anos, a uma experiência de engenharia social. Usando de instrumentos político-institucionais e económicos, a Comissão Europeia, o Banco Central Europeu (B...
22/8/2016 João Dinis // Avante
As políticas impostas pela PAC (Política Agrícola Comum) e por outros «acordos» internacionais e as erradas opções no plano nacional, a política de direita dos últimos 30 anos, determinaram a ruína da agricultura familiar e do nosso mundo rural  À frente do fogo, a enfrentar o perigo encontramos os homens e as mulheres das zonas afectadas e, claro, os Bombeiros e outros operaciona...
9/5/2016 Agostinho Lopes // Avante
A novidade dos Papéis do Panamá é a enorme dimensão da informação disponibilizada: 11,5 milhões de documentos. Mas são mais uma confirmação do monstruoso volume de processos de evasão, de elisão e planeamento fiscais, levados a cabo pelo grande capital multinacional e financeiro, com a cobertura e activa participação das principais potências do capitalismo mundial. Não é assim de ...
8/2/2016 Pedro Guerreiro // Avante
Para a UE, para a troika e os seus arautos não há restrições ao aumento do défice quando se trata de financiar o grande capital financeiro, apenas as há quando se trata de encetar a inversão de graves aspectos da brutal política de exploração, empobrecimento e declínio imposta nos últimos quatro anos  Com a entrega na União Europeia do Esboço do Orçamento do Estado para 2016 p...
10/12/2015 João Ferreira // Avante
Libertar Portugal do espartilho do euro não será uma condição suficiente, mas será uma condição necessária para sair da «austeridade» eterna e para, em última análise, recuperar e desenvolver o País e elevar as condições de vida do nosso povo  As questões do euro marcaram e continuarão inevitavelmente a marcar o debate em torno das opções com que o País e o povo se confro...
13/11/2015 Stathis Kouvélakis
A ideia de que um partido como o PSP estaria pronto a enfrentar a UE e a burguesia nacional, para implantar medidas antiarrocho, ainda que modestas, parece-me completa fantasia   Só depois de muito hesitar, afinal me decidi a comentar desenvolvimentos recentes da situação em Portugal. Antes, ouvi com toda a atenção os argumentos da camarada Mariana Mortagua na plenária da conferê...
5/11/2015 Jacques Sapir
O que hoje se passa em Lisboa é tão grave, mesmo que pareça menos espetacular, que o que se viu acontecer na Grécia.  A natureza profundamente antidemocrática do eurogrupo e da União Europeia afirma-se ainda mais uma vez, e confirma-se. Só cego não vê  Portugal é vítima, nos últimos dias, de um silencioso golpe de estado organizado pelos dirigentes portugueses pró-Europa [1...
cig.prensa@galizacig.com