Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
 
Artigos de opinión
UE/Euro: Prisão de povos
17/07/2015Jorge Cadima
Os acontecimentos dos últimos dias são portadores de importantíssimos ensinamentos sobre a verdadeira natureza da dominação de classe, do imper...
A operação em curso – nome de código: Grécia
10/07/2015Vaz de Carvalho
Contrariamente às ilusões europeístas o sistema é incapaz de resolver os problemas provocados pela financeirização da economia a favor do rent...
Aprofundamento da União Económica e Monetária Europeia – ensaio sobre a cegueira
10/07/2015Miguel Viegas
Em traços gerais, este relatório dos cinco presidentes aponta para o reforço dos pilares neoliberal e federalista da UE. Podando o discurso dos h...
Grécia – a força do povo
10/07/2015Ângelo Alves
O povo grego emitiu uma opinião muito «simples» e clara. Quer mandar no seu próprio devir colectivo. Entende que o seu país é o seu povo e nã...
Uma guerra de classe
10/07/2015Filipe Diniz
A UE conduz uma guerra. Descrever essa guerra como uma guerra que opõe países ricos e países pobres não ajuda a entender a sua natureza. É uma ...
O caldeirão grego
03/07/2015Luís Carapinha
Ucrânia, o fascismo galopante
25/06/2015Raúl Antonio Capote
O contra-senso comum
25/06/2015Boaventura de Sousa Santos
Accidentes
10/2/2009 Datos apresentados pola CIG desta comarca
Un total de 4.468 accidentes con baixa en xornada laboral rexistráronse en Ourense durante o ano 2008, 13 máis que no mes ano anterior o que representa un incremento do 0,25 % sendo a única provincia galega na que aumentou a sinistralidade. Os recoñecidos como accidentes leves foron 4.388, 72 graves e 8 mortais, un máis que no ano 2007. A este alto número de accidentes laborais en xornada de traballo hai que engadir os accidentes in itinere, e dicir, os ocorridos ao ir ou regresar do traballo que aumentaron de 339 no ano 2007 a 353 no 2008 ( 4,13 % máis ). Especial gravidade ten o aumento de accidentes mortais que houbo 6 traballadores mortos (1 o ano anterior), 14 graves ( 12 no 2007 ) e 333 leves.
27/12/2007 Non máis sinistros
O representante da CIG no Comité Provincial de Seguridade e Saúde Laboral de Ourense, Anxo Pérez Carballo, fixo diversas propostas, na reunión trimestral do organismo, encamiñadas a erradicar os accidentes que ocasionalmente teñen sufrido escolares que son levados aos centros de ensino en autobús, máis concretamente aqueles que se producen cando o neno ou a nena sobe ou baixa do vehículo.
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com