Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
 
Artigos de opinión
A natureza da crise sistêmica global: às vésperas do choque das placas tectônicas do capital
30/05/2016Edmilson Costa
Mesmo com toda a ofensiva do capital, o quadro de aparente calmaria pode mudar bruscamente se as massas se colocarem em movimento. Todas as revoltas...
Colonialismo, Neocolonialismo e Balcanização: As três idades de uma dominação
30/05/2016Said Bouamama
À mutação da base material do capitalismo corresponde uma mutação das formas da dominação política. O principal objectivo já não é instal...
A partida de xadrez xeopolítica EEUU-Rusia en América Latina
27/05/2016Germán Gorraiz Lopez
As medidas cosméticas tomadas pola Administración Obama no seu primeiro mandato, a respecto de Cuba, deixan intacto o bloqueo e non cambian substa...
O novo cenário brasileiro
27/05/2016Immanuel Wallerstein
O que um movimento que venha a suceder o PT poderá fazer é voltar às raízes, como movimento anti-imperialista consistentemente de esquerda. Não...
Estratégia do golpe global
27/05/2016Manlio Dinucci
No campo de visão da estratégia golpista de Washington encontram-se hoje o Brasil, para minar por dentro os Brics, e a Venezuela, para minar a Ali...
Venezuela
26/05/2016Pedro Guerreiro
Consello europeo
15/12/2011 Albano Nunes // Avante
20111215_consello.europeo-dec2011.jpg
Pela própria natureza de classe da UE e a profunda crise em que se debate, este Conselho Europeu não deu, nem podia ter dado resposta ao flagelo do desemprego ou à profunda recessão que se anuncia para o «espaço europeu». A «resposta» encontrada foi uma vez mais a de prosseguir e intensificar as políticas de «austeridade» e «ajustamento estrutural» que, da Grécia à Itália, passand...
16/4/2010 Ilda Figueiredo // Avante
20100416_consello.europeo.van-rompuy.2010.jpg
O primeiro Conselho Europeu após a entrada em vigor do Tratado de Lisboa, realizado em 25 e 26 de Março passado, em Bruxelas, deixou marcas profundas que demonstram como se preparam para aprofundar o federalismo, o neoliberalismo e o militarismo, aproveitando a crise do capitalismo que ajudaram a agravar, para aumentar a exploração e as desigualdades sociais, servindo os interesses dos grupos...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com