Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
 
Artigos de opinión
Nova lei anti folga dos conservadores na Gran Bretaña
29/01/2016Clodomiro Montero e Luciano Luxilde
O goberno de David Cameron, aliado e amigo do Rajoy, defende unha nova lei que restrinxe gravemente a liberdade sindical, nomeadamente o dereito de ...
“El Jefe”, retrato da precariedade laboral nos USA
27/01/2016Clodomiro Montero M.
O grupo de comunicación Atresmedia, que conta entre as súas cadeas co canle de referencia da progresía española “La Sexta”, emite un programa...
O imperialismo contemporáneo
20/01/2016Samir Amin
A ofensiva actual do imperialismo colectivo dos Estados Unidos/Unión Europea/Xapón contra todos os pobos do Sur descansa sobre dous alicerces: o ...
25 anos da guerra que marcou o início da "nova ordem"
19/01/2016Manlio Dinucci
Com a guerra do Golfo nasceu a estratégia que conduziu a guerras sucessivas sob o comando estadunidense, apresentadas como “operações humanitá...
Arxentina, Venezuela e a loita de clases
18/01/2016Ángel Guerra Cabrera
Os erros e insuficiencias do chavismo e o kirchnerismo son moito menos importantes que os seus acertos e logros. De xeito que na súa derrota electo...
Os BRICS: unha fábula do noso tempo
15/01/2016Immanuel Wallerstein
A década da Bolívia
15/01/2016Luís Carapinha
Retorno a escenarios de recesión no 2016
12/01/2016Germán Gorraiz Lopez
Siria
4/1/2016 Pedro Guerreiro // Avante
A solução para a grave situação na Síria exige o efectivo respeito da soberania, da independência, da unidade e da integridade territorial da República Árabe Síria e não a ingerência e a intervenção externa com vista à imposição de uma dita «mudança de regime»  A resolução 2254, sobre a situação na Síria, adoptada unanimemente pelo Conselho de Segurança das Nações ...
26/11/2015 Pedro Guerreiro // Avante
Perante a resistência da Síria e o apoio concertado da Rússia, do Irão e do Iraque à sua luta, na sequência dos atentados de Paris e a pretexto do combate ao grupo «Estado Islâmico», ensaia-se um novo passo na ingerência e agressão do imperialismo contra a Síria  A decisão da Federação Russa de apoiar militarmente a Síria, face à brutal agressão executada por grupos que sã...
O ataque terrorista, criando na Europa um clima de estado de sítio, «justifica» um crescimento em poder militar acelerado dos países europeus da Otan, incluindo o aumento de suas despesas militares reclamadas pelos EUA, e abre o caminho a outras guerras  Bandeiras a meio mastro nos países da Otan pelo "11 de setembro da França", enquanto o presidente Obama anunncia aos meios de comuni...
8/10/2015 Ângelo Alves // Avante
A situação internacional está cada vez mais complexa e perigosa e exige cada vez mais das forças que lutam contra a ofensiva imperialista, pelo progresso, a justiça social, a democracia, a soberania, a cooperação internacional e a paz.  Mas simultaneamente os desenvolvimentos tornam mais visíveis as grandes contradições do capitalismo e o complexo processo de rearrumação de for...
Todo o mundo sabía que a proxectada invasión militar, estranxeira e mercenaria de Siria podería ter “consecuencias imprevisíbeis” e que a rexión ía entrar nunha etapa de caos social, económico, cultural, sanitario e político  Desde a invasión militar, estranxeira e mercenaria, planeada, organizada e financiada por Estados Unidos (EE.UU.) para derrocar a Muammar Ghadafi, todo o m...
17/9/2015 Albano Nunes // Avante
20150917_siria.manifestacion.antiimperialista
Com os seus problemas e contradições a Síria tem desempenhado um papel globalmente progressista no plano árabe e no mundo. É esta realidade que o imperialismo quer a todo o custo abater  O drama dos refugiados na Europa tem sido amplamente mediatizado para desviar a atenção da crise do processo de integração capitalista europeu, retocar a imagem de uma Alemanha profundamente desacre...
8/9/2015 Atilio A. Boron
20150908_siria.guerra.imperialismo
Agora o problema dos refuxiados en Europa adquiriu proporcións inéditas desde fins da Segunda Guerra Mundial, e indigna comprobar a indiferenza dalgúns gobernos europeos ante esa crise, ou a estupidez das políticas coas que se pretende enfrontar a situación  Ante a intensificación da mal chamada “crise migratoria” xurdiron voces de gobernantes, políticos e supostos expertos no tem...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com