Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
 
Artigos de opinión
Um olhar sobre o Brexit
01/07/2016João Ferreira
A ausência ou debilidade de projectos de ruptura pela esquerda com a UE constitui um perigo capaz de comportar consequências potencialmente trági...
Brasil: O golpismo contra-ataca
30/06/2016Emir Sader
A incapacidade de iniciativa política da luta contra o golpe, que combine mobilizações populares com proposta política viável no curto prazo, ...
Porque os britânicos disseram não à Europa
28/06/2016John Pilger
O voto maioritário dos britânicos a favor do abandono da União Europeia foi um acto de democracia pura. Milhões de pessoas comuns recusaram-se a...
UE: Os dias contados
28/06/2016Jorge Bateira
Tendo em conta que as políticas da UE não serão alteradas no essencial, já que isso é do interesse das elites alemãs e da tecno-burocracia de ...
O referendo inglês: o irrecusável "não", suas perspectivas e riscos
28/06/2016Haroldo Lima
A UE frustrou a esperança de vida de grande parte da gente que dizia unir. O bem-estar foi substituído pela "austeridade". E as reações se este...
O direito soberano de decidir
23/06/2016João Pimenta Lopes
Correlingua 2012
10/5/2012 Trátase dunha iniciativa lúdico-educativa para reivindicar a normalización da lingua galega
Vigo foi escenario hoxe dunha nova edición do Correlingua, actividade lúdico-educativa de reinvindicación da lingua galega organizada pola Asociación Socio-Pedagóxica Galega, a CIG–Ensino e a Mesa pola Normalización Lingüística xunto cos Concellos de Lugo, Ourense, Pontevedra e Vigo. Arredor de 1.500 rapaces e rapazas percorreron as rúas da cidade antes de rematar no parque de Castrelos, onde tiveron lugar as actuacións musicais e as actividades lúdicas para os máis pequenos.
4/5/2012 Este ano a carreira pola lingua desenvólvese baixo o lema “En galego todo o que buscas”.
Arredor de 4.000 rapaces e rapazas participaron este venres nunha nova edición do Correlingua na Coruña que este ano se desenvolve baixo o lema “En galego todo o que buscas”. Os/as escolares saíron pouco despois das 11:00 horas do Pavillón de Deportes de Riazor, continuaron polo paseo marítimo, Zalaeta, Campo da Leña e Rúa de San Xoán e Avenida de Navarra até rematar o percorrido diante da Torre de Hércules, onde se deu lectura ao manifesto da edición 2012 e se entregou o premio á mellor faixa.
cig.prensa@galizacig.com